Publicado 25 de Maio de 2021 - 16h22

Por Agência Brasil

Para marcar o Dia Mundial do Doador de Sangue, Ministério da Saúde lança campanha de doação de sangue, no Hemocentro de Brasília

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Para marcar o Dia Mundial do Doador de Sangue, Ministério da Saúde lança campanha de doação de sangue, no Hemocentro de Brasília

O Banco de Sangue de São Paulo está operando em estado crítico para todos os tipos de sangue, mas a entidade está precisando, com mais urgência, de doações dos tipos sanguíneos O Positivo, O Negativo, A Positivo e A Negativo.

“Considerado universal, o sangue tipo O negativo não pode faltar, pois em casos de extrema urgência, quando não há tempo para exames que comprovem qual o tipo de sangue do paciente, ele é o requisitado pelos hospitais. Já o sangue do tipo A é fundamental, pois pode ser transfundido entre os que possuem as tipagens A e AB”, destacou o banco em comunicado.

As doações para o banco de sangue tiveram uma queda de cerca de 40% desde o início do mês. Para normalizar a situação, a entidade estima que são necessárias 160 doações diárias. Com a retomada de cirurgias e tratamentos clínicos, especialmente os oncológicos, transplantes, e o aumento no uso de sangue por pacientes com covid-19, a demanda tem aumentado, segundo a instituição.

O Banco de Sangue de São Paulo segue todos os protocolos contra a covid-19 e possui o selo Covid Free de Excelência, que é concedido às instituições que mantêm boas práticas preventivas para o enfrentamento ao novo coronavírus.

O Banco de Sangue de São Paulo funciona na Rua Tomas Carvalhal, 711, no bairro do Paraíso. O telefone de contato é 11 3373 2000.

Escrito por:

Agência Brasil