Publicado 15/04/2021 - 20h16 - Atualizado 15/04/2021 - 20h17

Por Adriana Giachinni/ Correio Popular

Grupos Dançaberta e Lunática Universo em Movimento (no alto): literatura e dança no palco virtual

Divulgação

Grupos Dançaberta e Lunática Universo em Movimento (no alto): literatura e dança no palco virtual

Quem não gosta de dança, bom sujeito não é. Calma, não errei a letra de Samba da Minha Terra. A “licença poética” na famosa frase de Dorival Caymmi (que na verdade refere-se ao samba) é só para anunciar aos que dançam, ou se encantam com o dançar dos outros, que tem estreia de dois espetáculos na cidade. Melhor ainda: inspirados em obras da literatura infantil, os espetáculos chegam em tempo de lembrar que o Dia Nacional do Livro Infantil está chegando - é 18 de abril.
A partir de amanhã, a companhia Kraft Ballet apresenta o espetáculo de dança infanto-juvenil Lunática Universo em Movimento, inspirado no livro Lunática, da escritora campineira Rosi Luna. A montagem, já pensada para ser on-line, foi gravada em fevereiro e reúne dez bailarinos que, em cena, narram o sonho da personagem principal do livro, a Lunática, de melhorar o planeta Terra e transformá-lo em um lugar bom.
“O espetáculo é delicado, divertido e gira em torno das fantasias da Lunática que dança até mesmo nas palavras. Ela pula com seu amigo canguru que chega até o céu, encontra suas amigas estrelinhas e sonha com um mundo melhor. Assim como o livro, é um espetáculo de puro brilho”, adianta Carina Alves, diretora da Kraft Ballet.
O espetáculo, com duração de 40 minutos, será exibido no canal do Youtube da Kraft Ballet e no Facebook (página @universolunatica) nos de amanhã (dia 16), sábadom (dia 17) e domingo (dia 18) às 16h e às 18h30.
“Criar o espetáculo infantil para um ambiente virtual foi um desafio, mas nós incorporamos a mensagem trazida pela personagem de sonhar alto”, comenta a diretora. O espetáculo conta com apoio do Programa de Ação Cultural (ProAC) de incentivo à cultura do Estado de São Paulo.
Tudo tem um jeito de começar...
Já o Grupo Dançaberta, formado por artistas residentes de Campinas e vinculado à Unicamp, inicia sábado a temporada on-line do espetáculo Tudo tem um jeito de começar..., voltado para o público infantil. Ao todo serão seis sessões gratuitas, de 17 a 26 de abril, transmitidas ao vivo pelo canal do grupo no YouTube.
Concebido em 2019 e dirigido por Julia Ziviani, o espetáculo tem roteiro inspirado no livro Como Começa, da escritora Silvana Tavano e na história Nem Tudo se Cutuca (do livro Histórias Para Pensar Com a Barriga), de Marilia Pacheco Fiorillo e usa a expressão da dança para apresentar e explorar a mente curiosa crianças com a origem das coisas.
"A curiosidade desperta em cada um o desejo de saber e entender de onde as coisas vêm e onde elas começam: o misterioso vento pode surgir de repente trazendo a chuva, as letras se arrumam entre si para formarem as palavras, já o bocejo avisa que o sono chegou e o amigo engraçado faz surgir um montão de risadas", conta Julia Ziviani, responsável também pela concepção do espetáculo.
Ainda segundo a diretora, a ideia é, mesmo com as apresentações virtuais, conduzir o público por meio de brincadeiras, de jogos, da dança e de questões simples a imaginar e perceber coisas que nem sempre vemos quando nos tornamos adultos. O Dançaberta é um grupo de pesquisa em dança contemporânea e Educação Somática em atividade desde 2000.
O projeto "Tudo tem um jeito de começar..." foi contemplado pelo Edital PROAC Expresso Lei Aldir Blanc Nº 38/2020, do Governo Federal, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.
Lunática Universo em Movimento
Dias 16, 17 e 18 de abril (sexta, sábado e domingo), às 16h e as 18h30.
Onde: No canal do YouTube da Kraft Ballet e no FaceBook (página @universolunatica).
Gravação disponível para visualização somente nesses dias e horários.
"Tudo tem um jeito de começar...”
Grupo Dançabertas; estreia dia 17.
Sessões: sábados, às 17h; domingos, às 11h; e segundas, às 16h, até 26/04
Exibição: YouTube.
Confirmar presença antecipadamente.
Audiodescrição disponível em todas as sessões.

Escrito por:

Adriana Giachinni/ Correio Popular