Publicado 30/04/2021 - 15h47 - Atualizado // - h

Por Angelo Barioni/Correio Popular


Com adiamentos por causa da pandemia, calendário da Seleção prevê vários jogos até novembro, o que vai provocar chiadeira de muita gente. Clubes que estiverem nas fases finais da Copa do Brasil ou lutando no Brasileiro e na Libertadores por posições na linha de frente tendem a criar uma nova rusga com a CBF nos próximos meses. Tudo por causa dos compromissos da Seleção previstos até o fim do ano. Tite vai ter de usar de muita habilidade para tentar frear o descontentamento de seus colegas.
Clubes x Seleção

Com o adiamento de duas rodadas das eliminatórias que seriam realizadas em março e com a disputa da Copa América, em junho e julho, na Colômbia e Argentina, a Seleção pode jogar até 17 vezes, de junho a novembro.
Na Copa América, são quatro partidas certas e mais três possíveis se o Brasil passar de fase sucessivamente. As demais se referem às eliminatórias do Mundial de 2022, no Catar.
"Abrem-se as cortinas, começa o espetáculo.”
Fiori Gigliotti - Narrador Esportivo - ao iniciar suas transmissões pela Rádio Bandeirantes de São Paulo

Revelação
O São Paulo está em grande fase na temporada, com sete vitórias consecutivas e líder geral do Campeonato Paulista. Um dos personagens da equipe no ano é o atacante Galeano, cria das categorias de base do Tricolor.
 
Repatriado
Apesar de ser revelado em Cotia, o paraguaio está emprestado ao São Paulo pelo Rubio Ñu (PAR), até dezembro. Vale lembrar que o contrato dele foi prorrogado no começo deste ano, já que o antigo vínculo terminava no final de janeiro.

Pagamento
Para ter o atleta em definitivo, o Tricolor precisará desembolsar 600 mil dólares (cerca de 3.2 milhões de reais, na cotação de hoje).

Tempo
O Guarani jogou na segunda-feira e tem aproveitado esta semana para se preparar para o jogo de domingo contra o Novorizontino, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, válido pela 10ª rodada do Paulistão. O time de Allan Aal não vence em casa desde dezembro do ano passado.

Atenção
Com 11 pontos e a segunda colocação do Grupo D, o Guarani buscar manter a posição ou até ultrapassar o Mirassol (líder). O Santos está logo atrás com nove pontos, apenas dois de distância, e vai enfrentar no final de semana o RB Bragantino.

Gols contra
Nos nove jogos do Guarani no Paulistão, o time marcou oito gols e tomou 11. Em média são 1,22 gols sofridos por jogo.

Mudança
Por outro lado, no retorno do Paulista, o Guarani quebrou uma sequência de quatro jogos sofrendo gols. Na última partida, contra o Santo André, a equipe de Campinas venceu por 1 a 0.

Dérbi
A FPF definiu o dia e horário do Dérbi: Ponte Preta e Guarani vão se enfrentar na quarta-feira (5) às 21h no estádio Moisés Lucarelli. Esse será o único jogo do dia, válido pela 6ª rodada da tabela.

Sequência
Após o clássico entre as equipes, Ponte Preta e Guarani terão apenas mais um jogo antes da fase de classificação (caso passem). A Macaca recebe o Palmeiras e o Bugre visita a Inter de Limeira.

Compromissos
Os próximos jogos de Guarani e Ponte Preta também já têm horários definidos. As duas equipes vão a campo no domingo. Guarani recebe o Novorizontino às 20h e a Ponte Preta visita o Ituano às 22h15. As duas partidas são válidas pela 10ª rodada do Paulistão.

Torcida
O Governo italiano anunciou ontem que a final da Copa da Itália, entre Juventus e Atalanta dia 19 de maio, terá 4,7 mil torcedores (20% da capacidade). O jogo será realizado no estádio do Sassuolo na cidade de Reggio Emilia.
 
Vacinação
O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, confirmou que as 50 mil doses de vacinas contra a Covid-19 doadas pelo laboratório chinês Sinovac foram recebidas pela entidade. O lote chegou a Montevidéu, no Uruguai, e depois será distribuído para os países da América do Sul. No Brasil, a CBF precisa de uma autorização da Anvisa para receber as doses, já os imunizantes terão de ser repassados primeiramente ao SUS, para que sejam incorporados ao Programa Nacional de Imunizações (PNI).
 
 
 
 

Escrito por:

Angelo Barioni/Correio Popular