Publicado 18/03/2021 - 21h22 - Atualizado 18/03/2021 - 21h30

Por

Rubinata canta, dança samba, fuma charuto e usa chapéu de palha para homenagear Adoniran Barbosa no filme de animação Rubinata, de Maurício Squarisi, que está concorrendo na 1ª Mostra Som Quadro a Quadro, festival no formato virtual de curtas de animação

Divulgação

Rubinata canta, dança samba, fuma charuto e usa chapéu de palha para homenagear Adoniran Barbosa no filme de animação Rubinata, de Maurício Squarisi, que está concorrendo na 1ª Mostra Som Quadro a Quadro, festival no formato virtual de curtas de animação

Rubinata canta, dança samba, fuma charuto e usa chapéu de palha para homenagear Adoniran Barbosa no filme de animação Rubinata, de Maurício Squarisi, que está concorrendo na 1ª Mostra Som Quadro a Quadro (clique e veja o site), festival no formato virtual de curtas de animação. Adoniran, que nasceu João Rubinato, em Valinhos, em 1910, buscou narrar, em suas composições, o cotidiano da grande cidade, jogando luz, sobretudo, nos personagens marginalizados (Saudosa Maloca, Samba do Arnesto). Squarisi, por sua vez, lança mão de uma personagem feminina e negra, também dando visibilidade a classes excluídas.
Além do nome Rubinata - referindo ao nome de batismo de Adoniran - e a busca por promover a inclusão social, o filme e o sambista têm muito mais coisas em comum. Por exemplo, o samba. Com trilha sonora composta por Maurício Squarisi (letra) e Bah Virgínia (melodia), a animação é, na verdade, um musical. Não há falas, apenas a bela canção-tema, interpretada por Bah e seu ukulelê, que faz o espectador querer dançar e cantar junto.
"Eu peguei músicas do Adoniran e fiz uma paródia, brincando com as letras dele. Por exemplo: em uma de suas músicas, ele fala de torresmo a milanesa e na letra que fiz para o filme eu brinco com panceta napolitana", explica o cineasta sobre o processo de criação da trilha sonora. O refrão da música, que diz "Lá fora chuvisca / Aqui dentro pinga / Samba Francisca / À nova ginga", é inspirado na canção Samba Italiano, de Adoniran e faz uma brincadeira com a chuva e a pinga. "Isso nos remete ao universo de boteco, que tanto o compositor adorava e ressaltava em suas músicas", afirma Maurício.
A alegria, presente nas cores do filme de animação de Squarisi, na música e na dança da personagem, é outra característica marcante do curta-metragem Rubinata. Tem tudo para vencer o concurso que, aliás, está com votação aberta (CLIQUE AQUI para votar). O evento ocorre a partir de hoje até sábado. Estão concorrendo mais de 50 produções, de todos os estados do Brasil.
Ao lado de Wilson Lazaretti, Maurício Squarisi é criador do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas e tem uma longa carreira como realizador de filmes e professor. Em seu currículo estão 16 filmes como diretor, além de participação em dezenas de outros trabalhos como produtor, animador e colaborador. Em 2017, Maurício lançou seu primeiro longa-metragem, Café, um Dedo de Prosa.

Escrito por: