Publicado 11/01/2021 - 20h42 - Atualizado 11/01/2021 - 20h42

Por Gustavo Magnusson/Da Agência Anhanguera

Apesar do esforço do goleiro João Carlos em evitar o gol, o atacante Bruno Rodrigues abriu o placar do empate da Ponte Preta por 2 a 2 com o Cuiabá, no Majestos

Matheus Pereira/AAN

Apesar do esforço do goleiro João Carlos em evitar o gol, o atacante Bruno Rodrigues abriu o placar do empate da Ponte Preta por 2 a 2 com o Cuiabá, no Majestos

Em mais um confronto direto deixando escapar a vitória, a Ponte Preta apenas empatou em 2 a 2 com o Cuiabá na noite de hoje, no Moisés Lucarelli, pela abertura da 34ª rodada da Série B.
A Ponte abriu o placar no primeiro tempo, com gol do atacante Bruno Rodrigues, mas não foi capaz de segurar a vantagem, como já havia acontecido contra Guarani e Juventude. Em uma etapa final eletrizante, Marcinho deixou tudo igual para o Cuiabá, Tiago Orobó recolocou a Macaca na frente do placar, mas a equipe alvinegra voltou a ceder o gol de empate, marcado por Jenison.
Com o resultado, a Ponte Preta chegou a marca de três jogos sem vitória, mas subiu para a 7ª colocação provisória, com 48 pontos, diminuindo para quatro a distância para o G4. A equipe alvinegra torce hoje por tropeços de CSA e Juventude, que visitam Brasil e Paraná, respectivamente.
O jogo
Sem nenhum desfalque por suspensão, a Ponte Preta sofreu duas baixas de última hora. A primeira foi a do lateral-direito reserva Léo Pereira, liberado da concentração em virtude do falecimento de sua avó, vítima de Covid-19. O lateral-esquerdo Guilherme Lazaroni foi a outra ausência: com dores no adutor esquerdo, ele abriu vaga para Yuri.
Desta forma, o técnico Fabinho Moreno mandou a campo uma formação com apenas uma modificação em relação à escalação inicial do Dérbi 198. Mesmo com o retorno do meia Luan Dias, que havia ficado de fora da rodada passada por suspeita de Covid, Moreno optou pela manutenção de Guilherme Pato.
A primeira chance de perigo da partida foi do Cuiabá. Aos 6', Felipe Marques soltou a bomba de fora da área, mas a bola subiu demais. Aos 24', a Ponte Preta abriu o placar em um lance polêmico. Guilherme Pato cruzou pela esquerda e Bruno Rodrigues cabeceou para marcar o seu quinto gol no campeonato. O goleiro João Carlos, ex-Ponte, tentou evitar, mas o bandeirinha flagrou que a bola ultrapassou a linha.
Aos 32', Camilo perdeu chance inacreditável para ampliar o marcador: João Carlos defendeu à queima roupa, no contrapé. Aos 34', foi a vez da equipe mato-grossense desperdiçar uma oportunidade incrível de empatar o jogo, com Luizão salvando em cima da linha.
No segundo tempo, o Cuiabá chegou ao empate logo aos 9'. No meio de cinco marcadores, Marcinho chutou duas vezes e contou com desvio de Luizão para trair Ygor Vinhas.
Apesar de fazer um fraco segundo tempo, a Ponte Preta voltou a ficar na frente do placar aos 35'. Tiago Orobó subiu mais alto que a marcação e aproveitou ótimo cruzamento de Yuri para marcar o seu primeiro gol com a camisa alvinegra.
A vantagem durou apenas quatro minutos, pois o recém-entrado Jenison driblou dois adversários e arriscou de fora da área para marcar um golaço, aos 39'.
Em um fim de jogo totalmente aberto, as duas equipes intercalaram grandes chances e o Cuiabá teve a última bola do jogo, só que Maxwell escorregou, chutou fraco e a igualdade prevaleceu no placar.
Com obrigação de vitória para continuar sonhando com o acesso, a Ponte Preta volta a campo contra o Náutico no próximo domingo, novamente no Majestoso, às 17h.
FICHA TÉCNICA:
PONTE PRETA
Ygor Vinhas; Apodi (Neto Moura 45/2º), Luizão, Wellington Carvalho e Yuri; Barreto, Vinicius Zanocelo (Dawhan 32/2º) e Camilo (Luan Dias 15/2º); Guilherme Pato (Tiago Orobó 15/2º), Bruno Rodrigues e Matheus Peixoto (João Veras 32/2º). Técnico: Fabinho Moreno.
CUIABÁ
João Carlos; Lucas Ramon, Ednei, Anderson Conceição e Romário; Auremir, Matheus Barbosa (Elvis/Int.) e Rafael Gava (Pierini 26/2º); Felipe Marques (Maxwell 33/2º), Marcinho (Yago César 24/2º) e Elton (Jenison 32/2º). Técnico: Allan Aal.
Gols: Bruno Rodrigues, aos 24' do 1º tempo; Marcinho, aos 9', Tiago Orobó, aos 35', e Jenison, aos 39' do 2º tempo.
Local: Moisés Lucarelli.
Público e Renda: Portões fechados.
Juiz: Marielson Alves da Silva (BA)
Cartões amarelos: Elvis (C).

Escrito por:

Gustavo Magnusson/Da Agência Anhanguera