Publicado 08/01/2021 - 09h15 - Atualizado 08/01/2021 - 09h15

Por Maria Teresa Costa


Os prefeitos eleitos farão reunião virtual na quarta-feira com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para discutir a vacinação contra a Covid-19. O ex-prefeito Jonas Donizette, que preside a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), estará no Ministério e a perspectiva é que ele dê informações mais concretas sobre a imunização. O primeiro prognóstico, disse Jonas, é de 10 milhões de doses para todo o País, que serão enviadas de acordo com o percentual de habitantes de cada estado e município.
Nó no transporte
O prefeito Dário Saadi (Republicanos) tem um grande nó para desamarrar rapidamente. O atual contrato de concessão do transporte coletivo vence em abril e a nova licitação está suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado e pela Justiça. O atual contrato, de 2006, foi considerado irregular pelo TCE em 2015 em razão dos critérios de aceitação técnica do edital implicarem restrição à competitividade e direcionamento do certame. Desde então a Prefeitura tenta resolver o imbróglio.
Sem carro
Vereador Paulo Gaspar (Novo) protocolou na Câmara sua renúncia ao uso de veículos oficiais e cota de combustível, auxílio correspondência e a garantia de que não irá apresentar projetos de concessão de honrarias. Economia que será feita, segundo ele, deverá ser transferida à Prefeitura para uso na área da saúde.
Lider
O vereador Marcelo Silva será o líder, e Nelson Hossri o vice-líder da bancada do PSD na Câmara de Campinas. Marcelo fica líder nos dois primeiros anos e Nelson, nos dois finais do mandato.
Bancadas
O PSB escolheu Permínio Monteiro líder da bancada, o DEM designou Rodrigo da Farmadic, o Solidariedade será liderado por Jair da Farmácia, o PP vai de Major Jaime e o PSL de Edson Ribeiro.
Imposto
Para o deputado federal Alexis Fonteyne (Novo), o governador João Doria (PSDB) fez bem em cancelar o aumento do ICMS de alimentos, medicamentos e insumos agrícola. “Se desgastou desnecessariamente, para variar. Como a conta é sempre paga pelo cidadão, agora aguardamos o corte de gastos”, disse. O recado, segundo ele, vale também para o presidente. “Nem pense em aumento impostos”, afirmou.
Procurador
O prefeito Dário Saadi (Republicanos) nomeou ontem o servidor Carlos Henrique Coutinho do Amaral para procurador-geral do Município.
Flexibilização
Governador João Doria (PSDB) atualiza hoje as fases da quarentena do Plano São Paulo de flexibilização. Prefeitos temem que ele determine o fechamento das atividades não essenciais. O certo é que nenhuma região paulista irá para a fase verde, de maior abertura.
Ação orquestrada
Prefeitura de Campinas avalia a possibilidade de instalar GPS nos computadores dos centros de saúde, após ações orquestradas que resultaram em furto e roubo de equipamentos em três centros de saúde da cidade. No CS Nova America, foram levados 15 CPUs.
Prestação de contas
Os candidatos não eleitos e seus partidos políticos têm prazo até 8 de março para entregarem à Justiça Eleitoral os documentos da prestação de contas referente ao pleito de 2020. A prestação de contas é obrigatória não apenas para o candidato que efetivamente concorreu a cargo eletivo, mas também para quem renunciou, desistiu, foi substituído ou teve o seu pedido de registro de candidatura indeferido. Em Campinas, 13 candidatos a prefeito, 13 a vice e 910 candidatos a vereador terão que encaminhar a prestação de contas.

Escrito por:

Maria Teresa Costa