Publicado 13/01/2021 - 17h20 - Atualizado 13/01/2021 - 17h20

Por AFP


"Klopp não foi apenas uma figura paterna para mim, mas também um professor rigoroso". Robert Lewandowski, o melhor jogador do mundo em 2020, destacou e valorizou o papel que o atual técnico do Liverpool teve no início de sua carreira para transformar o polonês em um dos melhores artilheiros do cenário atual.

Eleito o melhor jogador de 2020 pela Fifa em dezembro passado, o atacante do Bayern de Munique esteve sob o comando de Klopp no Borussia Dortmund entre 2010 e 2014.

Em uma contribuição para o The Player Tribune (https://www.theplayerstribune.com/europe), uma plataforma que permite que os atletas se expressem diretamente sem a imprensa como intermediária, Lewandowski explicou: "Ele era um professor exigente, daqueles que são rigorosos com você. Daqueles que pressionam e fazem todo o possível para tirar o melhor de si".

Klopp descobriu Lewandowski quando o polonês tinha 20 anos e jogava pelo Lech Poznan na liga polonesa. Quatro anos depois, em 2014, o jovem atacante já era considerado um dos melhores artilheiros do planeta quando deixou o clube do Ruhr para jogar no Bayern de Munique. Um ano depois, foi Klopp quem deixou o Dortmund, mas para comandar o Liverpool.

"Ele não se conformava em te ver como um aluno notável. Jürgen sempre quis alunos de graduação com distinção. E ele não queria isso pensando nele mesmo, mas por você", acrescentou o jogador de 32 anos e artilheiro da Bundesliga em 2014, 2016, 2018, 2019 e 2020.

No Bayern, Lewandowski progride ano após ano e nesta temporada já marcou 20 gols em 14 jogos disputados no campeonato alemão. "O simples fato de jogar no Bayern é uma verdadeira experiência de aprendizado e o clube é tão profissional que você é forçado a subir de nível".

ryj-cpb/mcd/dr/aam

BORUSSIA DORTMUND

Escrito por:

AFP