Publicado 05/12/2020 - 13h52 - Atualizado 05/12/2020 - 13h58

Por Alenita Ramirez

Uma mulher atacou policiais com sodo cáustica

Divulgação

Uma mulher atacou policiais com sodo cáustica

Dois policiais militares foram atacados com soda cáustica por uma mulher quando separavam uma briga, no começo da madrugada deste sábado (5), em Nova Odessa. As vítimas sofreram queimaduras no rosto e olhos e foram socorridas no Hospital Municipal da cidade e depois transferidas para o Hospital de Clínicas (HC) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), sem risco de vida. A mulher, identificada por Susy Herman, fugiu.
O ataque foi às 0h13 na Rua da Amizade, no bairro Green Village. O soldado e o cabo da PM foram ao local após serem acionados pelo telefone 190 para um caso de desinteligência. Quando eles conversavam com as partes envolvidas na briga, segundo a Polícia Militar (PM), a mulher, que estava no meio de outras pessoas, se aproximou com o produto químico e jogou nos agentes de segurança e fugiu em seguida. As pessoas que estavam por perto se dispersaram.
Os policiais foram socorridos pela própria corporação, que chegou logo depois e os levou ao hospital. Não foi informado o motivo da briga. Nesta manhã, os agentes estão passando por atendimento com um especialista em oftalmologia da Unicamp.
De acordo com a Guarda Municipal (GM) da cidade, há 15 dias a corporação atendeu no mesmo endereço, uma ocorrência de desinteligência da agressora com a filha dela. A mulher tem medida protetiva contra a filha, que deveria deixar a casa. Apesar de não saber as razões da briga nesta madrugada, a GM informou que mãe e filha vivem em conflitos.
A reportagem apurou que há 15 dias, a Guarda Municipal (GM) da cidade atendeu, no mesmo endereço, uma ocorrência de desinteligência da agressora com a filha dela. A mulher teria uma medida protetiva contra a filha, que deveria deixar a casa. Ainda conforme foi apurado, Mãe e filha vivem em conflitos.

Escrito por:

Alenita Ramirez