Publicado 03/01/2021 - 06h00 - Atualizado 26/12/2020 - 16h11

Por Do Correio

Planta da Via Suleste

Reprodução

Planta da Via Suleste

VEJA PORQUE A VIA SULESTE É UMA NECESSIDADE
Deverão ser iniciadas, no primeiro semestre dêste ano, as obras de construção da Via Expressa Suleste. Isto porque, com o financiamento concedido pela Caixa Econômica do Estado de São Paulo, cujo contrato foi assinado anteontem em São Paulo, a Prefeitura Municipal de Campinas terá condições de tocar a obra que, diga-se de passagem é em grande importância para o sistema viário de Campinas, pois deverá solucionar boa parte dos principais problemas urbanos, em ponto dos mais críticos, no que diz respeito a trânsito. A consideração da Via Suleste como obra prioritaria resulta de uma serie de estudos que mostraram situar-se na sua faixa de influencia o maior "déficit" em termos de ligações viárias.
 
FRANCISCO AMARAL VIAJARÁ PARA O NORTE
A depender de confirmação, por parte das lideranças emedebistas do Norte e do Nordeste, o deputado federal Francisco Amaral, presidente em exercício do MDB paulista, viajará, nos próximos dias para várias capitais brasileiras, desenvolvendo roteiro a que se propôs, já iniciado nos Estados sulinos, a fim de manter contatos com as organizações regionais e estaduais do partido. Prevê o nôvo programa de viagem passagem em Vitória. Salvador, Recife e Fortaleza, havendo possibilidade de que o parlamentar campineiro seja acompanhado de outros elementos, entre os quais o deputado federal João Paulo Arruda e também Del Bosco do Amaral, que Santos elegeu no último pleito para a Assembléia.
 
CIDADE DE NOVA IORQUE COM 15CM DE NEVE
A primeira grande tempestade de neve deste inverno chegou ao nordeste norte-americano juntamente com o ano novo e acúmulos de até 73,4 centímetros, criaram sérias dificuldades para o transporte aéreo e terrestre. Entretanto, na inatividade do feriado do primeiro dia do ano amortizou o impacto do mau tempo. A tempestade cobriu uma área que se es-tende desde a Virginia até Vermont e as advertências aos viajantes foram emitidas até Ohio no interior. Na capital federal caíram de 20,3 para 30,4 centímetros — a maior precipitação em Washington desde 1966.

Escrito por:

Do Correio