Publicado 24/11/2020 - 21h45 - Atualizado 24/11/2020 - 21h46

Por Gustavo Magnusson/Da Agência Anhanguera

A Ponte Preta venceu pela primeira vez no segundo turno e chegou a dois jogos sem sofrer gol

Ponte Press/Álvaro Jr

A Ponte Preta venceu pela primeira vez no segundo turno e chegou a dois jogos sem sofrer gol

Após três empates consecutivos, a Ponte Preta enfim venceu a sua primeira partida no segundo turno ao bater o lanterna Oeste por 1 a 0 na noite de hoje, no Moisés Lucarelli, pela 23ª rodada da Série B. O gol da magra vitória da Macaca foi marcado pelo lateral-direito Apodi, no início da etapa final.
Mesmo com o resultado positivo, a Ponte continua na sétima colocação, com os mesmo 36 pontos do Avaí, que leva vantagem no critério de desempate por ter uma vitória a mais (11 a 10). Apesar de não ter ganho nenhuma posição na tabela, a equipe alvinegra renova as esperanças na luta pelo acesso.
O jogo
Apesar de ser o pior time da Série B, com apenas 11 pontos, além de dono dos piores índices de ataque e defesa da competição, o Oeste iniciou a partida levando mais perigo do que a Ponte Preta. Logo aos 5', Pedrinho carregou a bola do círculo central até a entrada da grande área e bateu rasteiro buscando o canto esquerdo, mas Ygor Vinhas mandou para escanteio. Aos 14', De Paula cobrou falta, mas o arqueiro pontepretano espalmou para a linha lateral.
No entanto, a principal oportunidade dos primeiro 45 minutos foi da Ponte. Aos 28', Bruno Rodrigues acionou Guilherme Lazaroni na velocidade pela esquerda e o lateral cruzou na medida para chute de Wanderley que quicou e explodiu no travessão.
Após um primeiro tempo de futebol pobre, assim como já havia acontecido no empate por 0 a 0 com o Vitória no Barradão, o técnico Marcelo Oliveira promoveu três alterações no intervalo, descontente com a escalação que repetiu pela primeira vez em nove jogos sob o comando da Ponte Preta.
As mudanças por atacado surtiram efeito logo nos primeiros minutos da etapa final. Aos 7', após cruzamento de Camilo, Bruno Rodrigues completou de primeira, mas Caíque França operou um milagre. Apenas três minutos depois, Guilherme Pato limpou a marcação, finalizou de fora da área e a bola saiu por cima. Na terceira tentativa, aos 11', a Ponte enfim largou na frente do placar, algo que não acontecia há sete jogos. Voltando à sua função de origem de lateral-direito após as alterações, Apodi recebeu belo lançamento de Bruno Rodrigues, invadiu a área e tocou na saída da goleiro, com quem se chocou e precisou ser substituído.
A equipe de Barueri teve duas chances para empatar, sendo a principal delas aos 16', quando Caio Vinícius cabeceou para fora com o gol vazio após saída errada de Ygor Vinhas, que segue sem perder nenhum jogo desde que assumiu a meta pontepretana em função da lesão de Ivan.
A Ponte Preta volta a campo no próximo sábado contra o CSA, às 16h, no Rei Pelé, em Maceió, pela 24ª rodada da Série B. O lateral-esquerdo Guilherme Lazaroni cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O adversário alagoano está apenas dois pontos atrás da Macaca e terá a chance de ultrapassá-la.
FICHA TÉCNICA:
PONTE PRETA (1)
Ygor Vinhas; Léo Pereira (Guilherme Pato/Int.), Wellington Carvalho, Ruan Renato e Guilherme Lazaroni; Barreto (Neto Moura/Int.), Dawhan e Camilo (Bruno Reis 41/2º); Apodi (Luís Oyama 15/2º), Bruno Rodrigues e Wanderley (Matheus Peixoto/Int.). Técnico: Marcelo Oliveira.
OESTE (0)
Caíque França; Matheus Rocha (Léo Ceará 37/2º), Vitão, Luanderson e Caetano (Gustavo Salomão 36/2º); Yuri (Kauã 32/2º), Caio Vinícius e De Paula (Luan 17/2º); Bruno Lopes (Madson 17/2º), Fábio e Pedrinho. Técnico: Roberto Cavalo.
Gol: Apodi, aos 11' do 2º tempo.
Local: Moisés Lucarelli.
Público e Renda: Portões fechados.
Juiz: Vinicius Furlan (SP).
Cartões amarelos: Guilherme Pato e Guilherme Lazaroni (PP); De Paula, Yuri e Luan (O).

Escrito por:

Gustavo Magnusson/Da Agência Anhanguera