Publicado 15/11/2020 - 14h33 - Atualizado 15/11/2020 - 14h33

Por Da Agência Anhanguera

Ocorre de 17 a 22 em comemoração à Semana da Consciência Negra

Divulgação

Ocorre de 17 a 22 em comemoração à Semana da Consciência Negra

O Troféu Raça Negra, realizado pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela ONG Afrobras, chega em 2020 com um novo formato: será transmitido ao vivo, por meio de uma plataforma digital, na noite da próxima quinta-feira. Com alcance ainda maior devido a essa característica virtual, a premiação terá o formato de um programa de televisão, com apresentação da atriz e produtora de conteúdo, Maria Gal, e o apresentador e rapper, Thaíde, entradas ao vivo dos premiados, interação com o público em tempo real, apresentações de música.
Para acompanhar a exibição, basta acessar a sala Troféu Raça Negra na plataforma on-line da Virada da Consciência, que acontece de 17 a 22 de novembro em comemoração à Semana da Consciência Negra. Todos que tiverem acesso à internet poderão assistir e conhecer, ao vivo, quais serão as 11 personalidades condecoradas com a estatueta do Troféu, figuras com forte atuação na sociedade para a promoção da igualdade racial.
“A noite da entrega do Prêmio Troféu Raça Negra é sempre marcada por muita alegria e emoção. É com muito orgulho que, nessa festa, prestigiamos pessoas de diversas áreas, mas todas com o mesmo propósito: atuar de alguma forma pela igualdade racial em nosso país. As personalidades condecoradas com esse prêmio são exemplos para muitas outras acreditarem no poder de seus protagonismos”, destaca o professor José Vicente, reitor da Universidade Zumbi dos Palmares.
Além da entrega dos troféus, a solenidade contará também com atrações artísticas em homenagem à vida e obra de Luiz Melodia, escolhido da 18ª edição como grande homenageado.
A entrega do Prêmio Troféu Raça Negra ocorreu pela primeira vez no ano de 2000, em comemoração aos 500 anos de Descobrimento do Brasil. As empresas patrocinadoras dessa edição são: Bradesco, Coca-Cola, EMS e Santander Universidade.
A 18ª edição do evento, considerado pioneiro e que incentivou tantos outros a reverenciar as conquistas do povo negro, fará uma grande homenagem ao cantor e compositor Luiz Melodia.
Melodia nasceu no morro do Estácio, no Rio. Único filho homem de Oswaldo e Eurídice, descobriu a música ao ver o pai tocando. Começou sua carreira em 1963.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera