Publicado 14/11/2020 - 07h24 - Atualizado 14/11/2020 - 07h24

Por Maria Teresa Costa


Os dois principais candidatos a prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos) e Rafa Zimbaldi (PL), aguardam o resultado das urnas amanhã com a mesma situação jurídica: denunciados pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) por compra de votos e à espera de uma decisão da Justiça Eleitoral sobre a cassação, ou não, de seus registros. Essa decisão, no entanto, sairá após o primeiro turno. Dário tem até terça-feira e Rafa cinco dias após a citação, para apresentar suas defesas.
Compra de votos
Dário é acusado de compra de votos por ter feito atendimento médico gratuito em um condomínio, um dia antes do início da propaganda eleitoral em rádio e TV, mas já no período eleitoral, enquanto Rafa responderá, também por compra de votos, por ter participado de evento na Fazenda Santa Margarida para promoção de sua candidatura, com pedidos explícitos de votos onde foi servido buffet completo e bebidas aos convidados gratuitamente.
Direito de resposta
Rafa Zimbaldi teve mais um pedido de direito de resposta contra Dário Saadi, negado pela Justiça Eleitoral. Dário divulgou, na propaganda eleitoral, decisão do TCE que rejeitou as contas da Câmara de 2018, por excesso de comissionados, quando Rafa presidia o Legislativo. Segundo a juíza eleitoral Renata Manzini, o fato noticiado não é sabidamente falso.
Decisão
Segundo a juíza, não há condenação definitiva e transitada em julgado e os cargos comissionados não são a razão exclusiva da desaprovação das contas. "Mas o representado não alega o contrário e, portanto, o tema é verdadeiro e se presta ao debate político", escreveu.
Desfile
Tradicional palco na véspera da eleição, três candidatos incluíram a Rua 13 de Maio na agenda neste sábado, para caminhar com a militância e tentar conseguir votos. Pedro Tourinho (PT), Alessandra Ribeiro (PCdoB) e Wilson Matos (Patriota) escolheram o calçadão para a chamada "festa da democracia" e devem se encontrar, já que programaram a caminhada entre 9h e 10h.
Carreata
O Centro também terá ações de mais dois candidatos a prefeito. Rafa Zimbaldi (PL) faz concentração às 9h no Largo do Rosário para sair em carreata pelas ruas da cidade e André Von Zuben fará caminhada às 10h, na região do Mercado Municipal. Os demais candidatos percorrerão bairros, na última tentativa de angariar votos.
Salários
Publicada ontem no Diário Oficial do Município a resolução que fixa em R$ 10.070,86, para o período de 2021 a 2024, os salários dos vereadores que serão eleitos amanhã. A resolução, aprovada na quinta-feira, mantém os mesmos valores da atual legislatura.
Renúncia
O candidato a prefeito de Nova Odessa, Nivaldo Luis Rodrigues (Republicanos) anunciou ontem que renunciou à candidatura e vai apoiar o vereador Cláudio José Schooder, o Leitinho (PSD), para prefeito da cidade.
Novo secretário
O prefeito de Paulínia, Du Cazellato (PL), definiu que o chefe de Gabinete da Secretaria de Obras e Serviços Públicos de Paulínia, Wladimir Stefani, vai ficar interinamente no lugar do ex-secretário Marcelo Lima Barcellos de Mello, que foi exonerado do cargo nesta quinta-feira. Ele foi flagrado com R$ 50,9 mil em espécie dentro do carro que dirigia, na última quarta-feira, durante uma abordagem policial quase no limite de Sumaré com Paulínia, e deixou o cargo para cuidar da sua defesa.
Maria Teresa Costa, jornalista.

Escrito por:

Maria Teresa Costa