Publicado 25/11/2020 - 07h39 - Atualizado 25/11/2020 - 07h39

Por Henrique Hein

Diego Garcez, de 18 anos, integrou a equipe de atletismo da Orcampi

Divulgação

Diego Garcez, de 18 anos, integrou a equipe de atletismo da Orcampi

A Prefeitura de Campinas abriu sindicância para apurar as circunstâncias da morte do jovem Diego Garcez, de 18 anos, na piscina do Centro Esportivo de Alto Rendimento (Cear) há pouco mais de uma semana. O pai acusa o Governo Municipal de negligência e diz que o local não dispõe de nenhum tipo de estrutura para prevenção de acidentes e realização de primeiros socorros. O espaço foi inaugurado na região do Swiss Park pelo ex-prefeito Hélio de Oliveira Santos no período de preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. 
Segundo consta no boletim de ocorrência do caso, a vítima e mais quatro amigos teriam entrado no espaço no dia 15 de novembro, um domingo. No local, Diego teria saltado na parte funda da piscina e demorado para retornar à superfície. De acordo com o boletim, o jovem ainda teria sido retirado do tanque pelos amigos, antes dos vizinhos chamarem uma ambulância. Diego morreu antes mesmo da chegada do resgate e o corpo foi sepultado no dia seguinte, no Cemitério dos Amarais.
Para o pai da vítima, Jone Basílio Novaes dos Santos, o Cear está praticamente abandonado, mesmo tendo alguns atletas morando próximos ao centro de treinamento. Ele disse que o filho foi atleta da equipe da Orcampi e que chegou a conquistar o segundo lugar no campeonato brasileiro de atletismo sub-17. Segundo ele, a morte do filho poderia ter sido evitada. "O lugar está completamente abandonado e sujo. Não há uma placa de perigo, não tem um salva vidas trabalhando e nem seguranças", disse ele.
Em nota, a Prefeitura de Campinas informou que são realizadas rondas periódicas no Centro de Treinamento e que os jovens teriam aproveitado o intervalo dessas rondas para entrar no local. "O Centro é constantemente monitorado também pela Vigilância do Swiss Park, além de câmera do condomínio que abrange parte do Cear. Também durante o ocorrido, o Samu foi acionado, conforme consta no boletim de ocorrência". A Administração informou ainda que já solicitou ao condomínio Swiss Park as imagens das câmeras de monitoramento para apurar o caso. "A Prefeitura lamenta o ocorrido e se solidariza com a família do jovem", destacou a nota.

Escrito por:

Henrique Hein