Publicado 04/11/2020 - 06h00 - Atualizado 03/11/2020 - 15h17

Por Do Correio

D. Agnello ao lado de Quércia (c)

Reprodução

D. Agnello ao lado de Quércia (c)

D. AGNELLO MOSTRA SEU BAIRRISMO POR CAMPINAS
"Santidade, respeitosamente me dirijo ao magnânimo defensor da cátedra de Pedro para apresentar calorosos aplausos do Governo e do povo de Campinas pela distinção que Vossa Santidade conferiu ao nosso amado Cardeal Dom Agnelo Rossi, filho desta terra campineira. A grande bagagem de conhecimentos do eminente prelado muito contribuirá para a solução dos ingentes problemas da Sagrada Congregação de Evangelização dos Povos, importante Ministério do Governo Vaticano. Que a luz do Espírito Santo, que iluminou Vossa Santidade se derrame também sôbre o eminente cardeal Dom Agnelo Rossi, concedendo-lhe a capacidade necessária para o despertar da fé nos nossos irmãos separados do Cristianismo, principalmente na Asia e na Africa, bem como nos países socialistas". Estes foram os termos do ofício que foi entregue ontem há um dos assessores de Dom Agnelo Rossi.
 
REGULAMENTADO FUNCIONAMENTO DE CLUBE NOTURNO
O prefeito Orestes Quércia promulgou ontem Lei através da qual regulamenta o funcionamento de clubes noturnos e outros estabelecimentos de diversão. Segundo o documento, todos os clubes noturnos e outros estabelecimentos de diversão deverão ser, obrigatoriamente, localizados e instalados de maneira a que a vizinhança fique defendida de ruídos ou incômodos de quaisquer natureza. De outro lado, nenhum desses estabelecimentos poderão ser localizados a menos de quinhentos metros de distância de estabelecimentos de ensino, hospitalares e religiosos. Diz ainda o documento que é vedado instalar clubes noturnos de diversão em prédios onde existam residências.
 
POSSE DE ALLENDE: TRÊS DIAS DE FESTA NO CHILE
Em uma breve cerimônia realizada no Congresso o presidente Salvador Allende
o poder supremo no Chile. Durante o ato solene de transmissão de comando, que durou apenas 30 minutos, o líder do socialismo chileno recebeu a insígnia e a faixa presidencial das mãos de seu antecessor o democrata-cristão Eduardo Frei. Allende esperava este dia desde 1952, ano em que, pela primeira vez, apresentou-se às eleições presidenciais. Depois foi derrotado em outras duas oportunidades.

Escrito por:

Do Correio