Publicado 21/11/2020 - 19h26 - Atualizado 21/11/2020 - 19h26

Por AFP


O Borussia Dortmund, com quatro gols do atacante norueguês Erling Haaland, venceu por 5 a 2 o Hertha Berlin (13º) fora de casa, neste sábado, na última partida da 8ª rodada da Bundesliga, e ficou em segundo, a um ponto do líder Bayern de Munique.

O Hertha saiu na frente com um gol do brasileiro Mateus Cunha com um chute forte de fora da área (33), mas então foi a vez de Haaland dar seu show no início do segundo tempo.

Os dois primeiros (47 e 49) foram em lances típicos de um camisa 9 e o terceiro gol aconteceu em uma jogada individual, em que venceu o goleiro adversário no mano a mano (62).

O português Raphaël Guerreiro marcou o quarto (70), com um chute de dentro da área, e apesar de Cunha voltar a marcar pelos berlinenses, de pênalti (79), diminuindo para 4-2, Haaland conseguiu fazer um "poker-trick", quando voltou a ficar cara a cara com o goleiro após receber um passe entre os zagueiros centrais e mandou para o fundo das redes (79).

Além da chuva de gols de Haaland, que já soma 10 nesta temporada na Bundesliga, a um do artilheiro Robert Lewandowski, a partida ficou marcada pela estreia no Dortmund de Youssoufa Moukoko, que aos 16 anos recém feitos se tornou o jogador mais jovem a disputar uma partida da Bundesliga.

O jovem atacante de origem camaronesa entrou em campo aos 85 minutos, substituindo exatamente Haaland.

Graças a essa vitória, o Borussia Dortmund reduziu para um ponto a diferença para o Bayern Munich, o líder da Bundesliga, que sem ritmo e nem imaginação, empatou em 1 a 1 em casa com o Werder Bremen, equipe que ocupa a zona intermediária da tabela (9º).

Maximilian Eggenstein abriu o placar para o Werder aos 45 minutos e no segundo tempo o francês Kingsley Coman deixou tudo igual (62).

O treinador do Bayern, Hansi Flick, não ficou nada satisfeito com o fato de o Bremen ter marcado o primeiro gol da partida, sua 50ª no comando, afirmando que sua equipe "precisa defender melhor".

Os atuais campeões europeus devem o ponto conquistado em grande parte ao capitão Manuel Neuer, protagonista de três defesas espetaculares (duas aos 16 minutos e uma aos 88).

"Tivemos que nos esforçar muito", disse Neuer à Sky. O jogador de 34 anos se recuperou depois de sofrer seis gols na derrota humilhante da Alemanha para a Espanha no meio da semana.

O atacante do Bayern, Thomas Muller também comentou o empate deste sábado: "Sofremos um gol com muita facilidade. O plano do Bremen funcionou, eles trabalharam e defenderam muito bem".

Escrito por:

AFP