Publicado 13/10/2020 - 12h07 - Atualizado 13/10/2020 - 12h07

Por Agência Anhanguera de Notícias

Autora se baseia em dados e fatos reais para construir as histórias

Divulgação

Autora se baseia em dados e fatos reais para construir as histórias

Thais Matarazzo é uma escritora, jornalista e pesquisadora paulistana que tem como objetivo contribuir com a literatura e cativar o leitor. Autora de 32 títulos, publicado no Brasil e também em Portugal, ela se baseia em dados e personagens reais, extraídos de documentos em arquivos centenários de São Paulo, para compor histórias que misturam realidade e ficção.
Dona de uma narrativa leve e delicada - mesmo tratando de temas como escravidão, preconceito racial, desigualdade de gênero -, a autora escreve em prosa e poesia, mirando o público infantojuvenil. “É um desafio enorme escrever para o jovem leitor. Não podemos subestimar as crianças”, diz.
Thais também se dedica a pesquisar sobre a história, as características e a identidade dos municípios que formam o cenário de suas narrativas, como São Paulo, onde mora, Taubaté e Santo André (na antiga vila inglesa de Paranapiacaba), no Interior, e até Rio de Janeiro, revelando fatos, acontecimentos, personagens e curiosidades.
A fim de chegar ao leitor iniciante e marcar o Mês da Criança, em outubro, Thais disponibiliza gratuitamente oito livros infantojuvenis no formato e-book, para estudantes, professores e educadores: Bárbara, a astronauta; Nove Gavetas; Gabriela, semeadora de encantos poéticos; As aventuras de Tenório e Yolanda; A filha do lenhador; Um final de semana em Paranapiacaba; No Largo do Boticário; As artes da menina Eunice.
As obras foram lançadas entre 2019 e 2020, pela editora Matarazzo, e podem ser baixadas de graça, a partir dos sites: www.thaismatarazzoescritora.com.br e www.editoramatarazzo.com.br, o conteúdo dos livros pode servir para atividades educacionais e culturais virtuais como leitura, contação de história, brincadeiras, e discussão dos temas abordados. Um dado importante é que professoras das redes pública e privada de São Paulo já estão utilizando os títulos de Thaís em aulas online, sobretudo em três unidades que ocupam o espaço do CEU Tiquatira, zona Leste.
As ilustrações dos livros são assinadas pelos artistas plásticos Camila Giudice, Ulysses Galletti e Alexandre de Morais Almeida.

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias