Publicado 28/10/2020 - 08h02 - Atualizado 28/10/2020 - 08h02

Por Maria Teresa Costa


A candidatura de Edson Dorta (PCO) está na corda bamba, porque o partido não apresentou um dos documentos, o CNPJ. O Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (DRAP) do PCO para as eleições de prefeito e vice em Campinas foi rejeitado pelo juiz da 33ª Zona Eleitoral, Fabio Varlese Hillal, e os candidatos impugnados. Segundo o juiz, se liberado para concorrer sem o CNPJ, não há garantia que depois irá regularizar a situação. Se o DRAP é indeferido, importa também na rejeição do registro individual do candidato
Doze no páreo
Com a rejeição do DRAP, foi aberto prazo para manifestação do PCO. Dos 14 candidatos que pleitearam registro da candidatura, a Justiça Eleitoral deferiu o de 12, mantendo ainda um recorde na disputa em Campinas desde o fim do regime militar. A candidatura de Dorta segue aguardando julgamento e a de Hélio de Oliveira Santos (PDT), que teve o registro indeferido por contas rejeitadas e cassação de mandato, espera por decisão em recurso impetrado.
Carros no Centro
O vereador Zé Carlos (PSB) quer obrigar a Prefeitura a destinar vagas em canteiros centrais de ruas e avenidas de Campinas, desde que possuam mais de quatro metros de largura. A medida, segundo ele, visa atender demanda  dos comerciantes instalados nessas regiões.
Segue o baile
Na pauta da sessão da Câmara de Campinas, amanhã, sete projetos que dão nomes a locais públicos e concedem diplomas a pessoas da cidade. E segue o baile.
Transporte
O Ministério Público de Americana ingressou com uma ação civil pública para anular a concorrência para a concessão do serviço de transporte público da cidade por 15 anos. A Prefeitura descarta publicar novo edital e vai aguardar decisão da Justiça.
Substituição
Com o indeferimento do registro da candidatura a vereadora de Poliana Goes, a Rede Sustentabilidade de Paulínia decidiu substituí-la por Sony Borges. Poliana teve o registro negado porque não prestou contas da campanha eleitoral de 2016.
Secretário
O servidor Renato de Camargo Gonçalves passou a ocupar, interinamente, o comando da Secretaria de Planejamento e Controle Urbano de Paulínia. Ele assume no lugar de Marco Antonio Pires Ward, que morreu no início do mês, vítima de infarto.
No páreo
Os 11 prefeitos da Região Metropolitana de Campinas (RMC) que concorrerão à reeleição conseguiram o registro da candidatura para disputar. Tentarão mais quatro anos de mandados os prefeitos de Artur Nogueira, Cosmópolis, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Morungaba, Paulínia, Pedreira, Sumaré e Valinhos.
Saldo
Apesar de a região de Campinas ter ingressado na fase verde, de maior flexibilização do Plano SP,dados do Observatório PUC-Campinas mostram que no segundo semestre os setores de serviços, comércio e indústria tiveram saldo negativo de 9%.
Queda na produção
A produção de indicações pelos vereadores de Campinas caiu pela metade nos dez meses do ano, em relação ao mesmo período do ano passado. Até ontem, eles apresentaram 4.319, contra 8.850 até outubro de 2019. As indicações, que em geral pedem poda de árvores, corte de mata, tapa buraco, são uma forma dos parlamentares mostrarem aos eleitores que estão trabalhando por eles. A pandemia, que obrigou ao isolamento social, pode ser uma explicação para a queda de pedidos.
Maria Teresa Costa, jornalista.

Escrito por:

Maria Teresa Costa