Publicado 23/10/2020 - 08h53 - Atualizado 23/10/2020 - 08h53

Por Maria Teresa Costa


A Câmara tirou da pauta da sessão de ontem dois projetos polêmicos: o que suspende os pagamentos previdenciários patronais ao Camprev, de cerca de
R$ 94 milhões até o final do ano, e joga o pagamento para 2021 e os que alteram a lei que criou a APA-Campinas e regulamenta o uso e ocupação do solo dessa região. O projeto da suspensão do pagamento ao Camprev foi retirado pela Presidência para adequações. Vereadores da oposição comemoraram.
Em busca de consenso
O adiamento dos projetos da APA foi pedido pelo líder de governo Luiz Rossini (PV) e pelo vereador André Von Zuben (Cidadania). André disse que há necessidade de mais debates com a população para tentar construir um consenso. Vereadores apresentaram emendas aos projetos, que não passaram por audiência pública e por isso o Ministério Público chegou a recomendar, na quarta-feira, que a votação fosse adiada.
Hélio
A promotora eleitoral Simone Horta Rodrigues deu parecer favorável à ação de impugnação do registro da candidatura de Hélio de Oliveira Santos (PDT) para o indeferimento de seu registro para concorrer a prefeito em novembro.
Impugnação
A impugnação da candidatura foi pedida pelo Ministério Público Eleitoral e pelo presidente do PMN, Ahmed Tarique, por contas rejeitadas e cassação do mandato no episódio que ficou conhecido como Caso Sanasa.
Segue candidato
A coordenação jurídica da campanha do candidato informou que vai aguardar a abertura de alegações finais, para então fazer as suas considerações. “Dr. Hélio é candidato e segue com os compromissos de campanha”, informou, em nota.
Rafa convocado
Diário Oficial de ontem trouxe uma intimação para o deputado Rafa Zimbaldi (PL) comparecer na Secretaria Municipal de Serviços Públicos, para tomar ciência das informações e esclarecimentos contidos em documento protocolado por ele. Causou estranhamento.
Praxe
Mas o secretário Ernesto Paulella esclareceu. É que Rafa, em fevereiro, pediu providência para limpeza e manutenção em uma rua do Jardim São Cristovão. Quando são demandas de vereadores, a Prefeitura envia para a Câmara documento do atendimento do pedido, mas se for outro agente público, publica o chamamento no Diário Oficial.
Prisão
O deputado federal Roberto Alves (Republicanos), que tem base eleitoral em Campinas, apresentou projeto que proíbe a Justiça de conceder a substituição da prisão preventiva pela prisão domiciliar aos presos por crimes sexuais contra crianças e adolescentes.
Museu
A Câmara de Campinas aprovou a criação do Museu da Paz e o Centro de Educação, Memória, Estudos e Cultura Afro-brasileira.
Sabatina lamentável
O deputado federal Alexis Fonteyne (Novo), que tem base eleitoral em Campinas, achou lamentável a forma como os senadores sabatinaram, na quarta-feira, o indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o STF, Kassio Marques. “É lamentável que o indicado para um dos cargos mais importantes da República com currículo questionável, dezenas de reclamações no CNJ, tenha sido sabatinado às pressas, com respostas vagas. Essa não é a renovação que a gente espera para um STF que nós tanto criticamos”, afirmou.
Maria Teresa Costa, jornalista.
 

Escrito por:

Maria Teresa Costa