Publicado 17/10/2020 - 07h57 - Atualizado 17/10/2020 - 07h57

Por Maria Teresa Costa


Proibido pela legislação eleitoral, o disparo em massa de mensagens via WhatsApp provocou enorme polêmica ontem em Campinas. O candidato a vereador Carlos Fanton (PTB) criou um grupo chamado “Campinas Renovada 2” com ao menos 100 pessoas que ele decidiu incluir de forma aleatória. A reação dos incluídos foi imediata e violenta. Praticamente todas elas deixaram o grupo em seguida, reclamando, furiosamente, do que chamaram de “invasão de privacidade”.
Foi sem querer
O candidato disse que a criação do grupo foi um erro. “Eu estava tentando criar uma lista com pessoas com as quais eu tenho contato e acabei apertando no grupo”, explicou. “Mas eu já me desculpei com as pessoas e o grupo foi desativado”, disse. Fanton diz que criar grupo não é ilegal e que o procedimento não configura disparo em massa. “Disparo em massa é mandar mensagens para um grupo e impulsionar com robôs. E não foi isso que aconteceu”, alega.
Impugnação I
O Ministério Público Eleitoral rejeitou o pedido do PMN e se manifestou pela improcedência da impugnação da candidatura a prefeito de Campinas de Dário Saadi (Republicanos). O PMN queria barrar a candidatura, alegando que Dário não havia saído do cargo de secretário de Esportes no prazo definido pela legislação eleitoral.
Impugnação II
O Ministério Público Eleitoral decidiu também rejeitar o pedido de impugnação do candidato a prefeito de Campinas Rafa Zimbaldi (PL). O pedido foi feito pelo PSL. O partido alegou que Rafa teve as contas rejeitadas, quando foi presidente da Câmara.
Caixa
O candidato a prefeito de Campinas Hélio de Oliveira Santos (PDT) ingressou com ação cautelar contra a Caixa Econômica Federal, com pedido de multa diária de R$ 10.000,00.
Motivo
O candidato alega que desde o dia 2 deste mês vem tentando, sem sucesso, realizar a abertura de conta bancária para fins eleitorais. Sem a conta, afirma, fica impedido de realização qualquer movimentação financeira, o que tem prejudicado vários atos da campanha.
Descanso
A rodada de sabatinas que a OAB vem realizando com candidatos a prefeito de Campinas tem um final de semana de descanso.
Escalados
A partir das 17h, será ouvido na segunda-feira o candidato Ahmed Tarique Agio (PMN). Às 19h será a vez de Laura Leal (PSTU) Ontem, a Ordem ouviu Alessandra Ribeiro (PCdoB) e Rogério Parada (PRTB).
Gordinho
Durante a entrevista coletiva virtual de ontem, o prefeito Jonas Donizette (PSB) se mostrou surpreso com uma foto antiga sua, em que aparece mais magro. E se justificou.
Dieta
“Não é que eu esteja gordinho. É que eu não como nada durante o dia e à noite acabo exagerando”, explicou ele.
Sem aulas
A Prefeitura de Paulínia informou ontem que não haverá retorno às aulas presenciais na rede municipal de ensino este ano. De acordo com o comunicado, “a decisão pauta-se em critérios eminentemente técnicos e científicos, com a finalidade precípua de proteger as crianças, os trabalhadores e a comunidade”, diz a nota. A Secretaria de Saúde diz ter feito inquérito sorológico por amostragem e concluiu que as crianças são as mais contaminadas e mais assintomáticas para o coronavírus Covid-19, com uma taxa de aproximadamente 70%.
Maria Teresa Costa, jornalista.

Escrito por:

Maria Teresa Costa