Publicado 17/10/2020 - 11h35 - Atualizado 17/10/2020 - 11h36

Por Gilson Rei

Para piorar, ?bicudos? ainda disputam espaço com a florada de lótus

Matheus Pereira/AAN

Para piorar, ?bicudos? ainda disputam espaço com a florada de lótus

O Lago dos Patos no Parque das Águas, Região Sul de Campinas, está seco e sem manutenção, provocando reclamações de abandono dos visitantes e deixando as aves sem espaço em seu habitat. Os visitantes pedem reformas também nesta área do parque, porque é muito utilizada para lazer, caminhadas e corridas.
A área dos Patos está seca e, para complicar um pouco mais, o outro lago de maior extensão do parque está coberto neste período do ano pela vegetação da planta aquática Nelumbo, conhecida popularmente como flor-de-lótus e que é uma das atrações do local. A espécie toma todo o espaço do lago maior, impedindo os patos de utilizar em sua rotina.
Para piorar, ?bicudos? ainda disputam espaço com a florada de lótus
A falta de espaço para as aves aquáticas e o aspecto de abandono no Lago dos Patos, que é a outra opção das aves, tornou-se a principal queixa dos frequentadores do parque. O lugar está seco e é usado apenas para caminhada dos patos. Ana Paula Siqueira, comerciante e frequentadora, disse que este descuido no Lago dos Patos deixa a impressão de abandono. “O lago está abandonado e muito degradado. Já o parque está bem cuidado em outros aspectos.”
A reclamação das pessoas é sobre a falta de cuidado na área reservada aos patos. “É ruim passar por este lado do parque e ver que os patos estão perdidos nesse terrão seco. Eles estão sem água em pleno Parque das Águas”, afirmou Nilton José Mendes, professor de educação física e frequentador. “Acho que é preciso fazer algum tipo de intervenção da Prefeitura. É triste ver esta parte abandonada”, disse.
A reportagem verificou que em outras áreas do parque a Prefeitura fez manutenção e que há uma frequência intensa de moradores da região no local. Estão funcionando em boas condições os equipamentos de ginástica e os brinquedos das crianças.
Antes da reabertura dos parques em Campinas, em agosto, houve troca também na iluminação, reparos nas pontes e nas vias para caminhada. Os locais cobertos e quiosques estão também bem conservados. As áreas verdes estão bem cuidadas pelo serviço de poda e de roçada do mato.
Procurada, a Prefeitura informou que o parque passa por manutenção constantemente e esta semana já recebeu corte de grama e cuidados em geral. Destacou que a flor- de-lótus não tem prejudicado os peixes que vivem na lagoa, e que o Lago dos Patos sofre com a estiagem.

Escrito por:

Gilson Rei