Publicado 16/10/2020 - 09h19 - Atualizado 16/10/2020 - 09h19

Por Alenita Ramirez

Polícia Militar consegue deter o pai da bebezinha: ele fugiu correndo com ela no colo e todos foram à DDM

Wagner Souza/AAN

Polícia Militar consegue deter o pai da bebezinha: ele fugiu correndo com ela no colo e todos foram à DDM

A disputa pela guarda de duas crianças terminou no plantão da 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), de Campinas, na noite da última quarta-feira. O caso aconteceu no calçadão da Rua 13 de Maio, perto da Catedral Metropolitana, quando uma avó tentou resgatar sua netinha, de 10 meses , dos braços de sua filha, que estava usando o bebê para pedir esmolas, no Centro da cidade, com o companheiro. Houve gritaria e policiais militares foram acionados e levaram todos para a delegacia.
De acordo com a polícia, a avó tinha conseguido a guarda horas antes e estava sem o documento em mãos. Ao encontrar a filha com a neta na rua, mendigando, ela decidiu pegar a criança, mas a mãe da bebê se recusou a entregar. O pai da neném tentou correr com a filha, mas foi alcançado e detido. Segundo a mulher, a filha tem outra menina de 8 anos, de um outro relacionamento, e a bebê. Ela e o companheiro, que são usuários de entorpecentes, usavam as crianças para mendigar e usar o dinheiro para comprar drogas. A avó ainda relatou que a neta mais velha teria enviado mensagens para ela, contando que o padrasto tinha passado as mãos em suas pernas.
Com a denúncia, a PM levou o casal, as crianças e a mulher para a DDM, onde foi feito boletim de ocorrência e confirmado que a mulher tinha a guarda da neta caçula e o pai da mais velha, também tinha a guarda. As crianças foram entregue aos responsáveis pela guarda.
O casal prestou depoimentos e foi liberado. Ao deixar o local, o companheiro da mulher tentou agredir o repórter fotográfico Wagner Souza, além de fazer ameaças.
Policiais militares que estavam no local interferiram e levaram o homem para fora do pátio da delegacia.

Escrito por:

Alenita Ramirez