Publicado 01/11/2020 - 06h00 - Atualizado 29/10/2020 - 15h35

Por Do Correio

A concertista Eliane de Godoy

Reprodução

A concertista Eliane de Godoy

20º CONCERTO DA SINFÔNICA COM O MAESTRO BELARDI
Digno de registro o convite formulado pelo secretário de Educação e Cultura, prof. Alexandre dos Santos Ribeiro, ao maestro Armando Belardi, para a direção do 20.o Concerto da Orquestra Sinfônica Municipal, levado a efeito 5.a-feira última, perante enorme assistência, que lotou completamente o Teatro Castro Mendes. Foi um triunfo artístico para o ilustre regente e para a concertista, senhorinha Eliane de Godoy, que destacou-se na interpretação do Concêrto N.o 5, Opus 73, de Beethoven. O público não se cansava de aplaudir, chamando várias vêzes o maestro e a pianista ao proscênio para receberem o justo prêmio de seu grande valor artístico. A apresentação dos artistas e descrição do programa foi feita com eficientes palavras pelo prof. Alexandre dos Santos Ribeiro, profundo conhecedor da litereatura musical.
 
UEC E A MARINHA VÃO CONSTRUIR O COMPUTADOR
Teve grande repercussão a conferencia pronunciada pelo Almirante José Uzeda de Oliveira, diretor do Departamento de Comunicações da Eletrônica da Marinha de Guerra, há pouco realizado pelo Instituto de Matemática da Universidade Estadual de Campinas. Na oportunidade o almirante declarou que a fabricação, o quanto antes, de computadores pelo Brasil é coisa absolutamente necessária, pois que, um país que compra no estrangeiro o essencial de seu equipamento eletrônico estará numa situação de inferioridade análoga à daquelas nações que, há um século eram incapazes de dominar a mecanização do trabalho. Acentuou o almirante José Uzeda que a Diretoria de Comunicações e eletrônica da Marinha dispõe de 4 milhões de dólares, cedidos pelo BNDE, e que tal importância deverá ser aplicada em pesquisas e estudos.
 
VIETCONG SEM CONDIÇÕES PARA GANHAR A GUERRA
O Presidente Nguyen Van Thieu, do Vietnã do Sul, disse hoje a seus compatriotas que nunca se renderá aos comunistas nem aceitarão um governo de coalizão. Acrescentou que o Vietnã do Norte não tem condições de ganhar a guerra. "O inimigo falhou em sua iniciativa no campo de batalha - disse Thieu na mensagem de 90 minutos que dirigiu a nação. "Os comunistas perderam praticamente todo o controle sobre a população e nós continuaremos a destruir sua infra-estrutura política. Os comunistas já estão derrotados, nós venceremos". Por outro lado, mais de 100 pessoas foram deportadas, ou mortas e cerca de 150.000 afetadas pelas inundações que arrasaram vilas e estradas em toda a extensão da costa norte do Vietnã do Sul.

Escrito por:

Do Correio