Publicado 16/09/2020 - 21h46 - Atualizado 16/09/2020 - 22h06

Por Gustavo Magnusson

Bruno Rodrigues disputa jogada: assistência para os dois gols da Ponte Preta

Wagner Souza/AAN

Bruno Rodrigues disputa jogada: assistência para os dois gols da Ponte Preta

Pouco mais de um mês após ser derrotada em casa pelo América-MG na estreia da Série B, a Ponte Preta voltou a tropeçar no mesmo adversário, desta vez pela Copa do Brasil, e desperdiçou chance de largar na frente no duelo de ida da quarta fase da competição. A Macaca ficou duas vezes na frente do placar, com gols de Moisés e Matheus Peixoto, mas não conseguiu segurar o resultado e ficou apenas no empate em 2 a 2 com o Coelho na noite de ontem, no Moisés Lucarelli.
Com o resultado de igualdade, a Ponte Preta precisará vencer em Minas Gerais, na semana que vem, para conquistar a vaga nas oitavas de final e também embolsar o prêmio de R$ 2,6 milhões - até aqui, a participação na Copa do Brasil já rendeu R$ 4,69 milhões aos cofres do clube. Se ocorrer novo empate, a vaga será decidida nos pênaltis. Não há critério de desempate de gols marcados fora de casa.
O jogo de ontem também serviu para a manutenção de um tabu de 20 anos sem vitória da Ponte Preta como mandante sobre o América-MG. Jogando em seus domínios, o último triunfo da Macaca sobre o Coelho continua sendo o de agosto de 2000. Depois disso, foram seis confrontos, com três empates e três derrotas.
O jogo
Repetindo a mesma equipe titular da vitória da última sexta-feira sobre o Avaí, novamente com o zagueiro Alisson no lugar de Luizão, mas desta vez por força de regulamento, a equipe do técnico João Brigatti levou um susto logo aos 3'. Autor do gol da última vitória do América sobre a Ponte, o lateral-esquerdo João Paulo fez fila, mas Alisson interceptou cruzamento que encontraria Alê sozinho na pequena área. Dois minutos depois, a Ponte foi letal em sua primeira chegada ao ataque, aproveitando a ausência da dupla de zaga titular do adversário - Messias e Eduardo Bauermann testaram positivo para coronavírus e viraram desfalques de última hora para o técnico Lisca. Bruno Rodrigues fez grande jogada pelo lado esquerdo e cruzou na cabeça de Moisés, que não perdoou, marcando o seu segundo gol com a camisa pontepretana. A vantagem no placar durou até os 43', quando Léo Passos aproveitou vacilo de Guilherme Lazaroni e cruzou rasteiro para Marcelo Toscano deixar tudo igual.
No início do segundo tempo, a Ponte quase voltou a ficar à frente do marcador aos 3', quando o goleiro Matheus Cavichioli, ex-Guarani, saiu jogando errando. A bola caiu nos pés de João Paulo, que chutou por cobertura, mas a bola saiu por cima do travessão. O empate persistia no placar até que, aos 29', Bruno Rodrigues deu nova assistência e Matheus Peixoto cabeceou para marcar seu quarto em nove jogos pela Macaca. Quando a vitória parecia garantida, o América encontrou forças para buscar o empate novamente, aos 46', com Felipe Azevedo. Ex-Ponte, o atacante se esticou para concluir cruzamento de Vitão.
A partida de volta entre Ponte Preta e América-MG está marcada para terça-feira que vem, às 21h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Antes disso, no entanto, a Macaca tem compromisso contra o Operário-PR no próximo sábado, às 19h, no Majestoso, pela 10ª rodada da Série B.

Escrito por:

Gustavo Magnusson