Publicado 22/09/2020 - 08h18 - Atualizado 22/09/2020 - 08h19

Por Agência Brasil

48º Festival de Cinema de Gramado 2020 - Gramado, 12/09/2020 - Making Of da montagem | Foto: Cleiton Thiele/Agência Pressphoto

CLEITON THIELE

48º Festival de Cinema de Gramado 2020 - Gramado, 12/09/2020 - Making Of da montagem | Foto: Cleiton Thiele/Agência Pressphoto

Pela primeira vez de forma online e sem atividades presenciais, a mostra competitiva do 48º Festival de Cinema de Gramado, na Serra Gaúcha, começou na última sexta-feira (18) e pode ser acompanhada pelo Canal Brasil e pela plataforma de streaming da emissora, onde serão exibidos os filmes. As exibições vão até 26 de setembro. 
A cerimônia de premiação e a entrega do Kikito, estatueta que ficou conhecida nacionalmente como o “Oscar brasileiro”, acontecem no último dia do festival. Durante a semana, debates sobre os filmes que estão na disputa serão transmitidos pelas redes sociais oficiais do evento. A programação completa está disponível no site do festival.
Neste ano serão homenageados os atores Marco Nanini e César Troncoso, a diretora Laís Bodanzky e a atriz Denise Fraga.
Na primeira noite da mostra competitiva foram exibidos os curtas 4 bilhões de Infinitos e Receita de Caranguejo, além dos longas Por que você não chora? e El silencio del cazador, da Argentina.
História
A primeira edição do festival foi realizada em janeiro de 1973, a partir da iniciativa entre a prefeitura local e a Embrafilme, antiga empresa pública de fomento ao cinema nacional.
O Kikito, estatueta que é entregue aos vencedores, foi desenvolvida pela artista gramadense Elizabeth Rosenfeld.

Escrito por:

Agência Brasil