Publicado 25/09/2020 - 10h12 - Atualizado 25/09/2020 - 10h12

Por Gilson Rei/AAN


Leandro Ferreira / AAN

Calor, baixa umidade e tempo seco voltam a fazer parte da rotina de Campinas e região neste final de setembro e início de outubro. Os especialistas do clima afirmam que a frente fria dos últimos dias já se afastou para o mar e que o ar seco e quente ganha força novamente. A temperatura está em elevação. Nos próximos dias, a noite e o amanhecer ainda terão temperaturas amenas, mas as tardes vão ficar cada vez mais quentes.
O Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri), da Unicamp, informou que a Região Metropolitana de Campinas (RMC) registrou ontem temperatura mínima de 15,5º C às 6h30 e a máxima ficou próxima dos 30ºC. Segundo o Cepagri, existe a aproximação de uma massa de ar seco, que já influencia o tempo. Nos próximos dias a previsão é de tempo seco, estável e temperaturas em elevação.
Os dados do Cepagri revelam que essa massa de ar, que estava na Bolívia, tem trajetória para Leste e passará por Mato Grosso do Sul (MS) até se estabelecer entre os estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás, onde deverá atuar por vários dias, impedindo que frentes frias cheguem à estas regiões.
A previsão para os próximos dias é de predomínio de sol e temperaturas entre 17 e 33ºC. A RMC deverá ter também umidade relativa do ar abaixo dos 30% nos períodos da tarde, o que demanda atenção especial com hidratação.

Escrito por:

Gilson Rei/AAN