Publicado 24/09/2020 - 12h50 - Atualizado 24/09/2020 - 13h42

Por Alenita Ramirez


Wagner Souza / AAN

Um casal, com duas crianças – inclusive um é bebê de sete meses –, e um funcionário, foram detidos na manhã desta quinta-feira (24), na Rodovia Santos Dumont, em Campinas, suspeitos de furtarem 50 metros de alambrado usado no canteiro central da pista. O grupo foi detido após a Polícia Militar Rodoviária (PMR) ser alertada pela central da Concessionária AB Colinas, que administra a rodovia. O casal alegou que achou a tela já cortada e abandona no local e pegou para cercar o terreno deles. Os suspeitos prestaram depoimentos e vão responder ao crime em liberdade.
A abordagem ocorreu por volta das 6h30 no km 68, na altura do completo do Aeroporto Internacional de Viracopos, no sentido Campinas.
Os suspeitos estavam em um veículo Fiesta. O casal relatou para a polícia que é morador em Hortolândia e que ao passar pelo trecho para pegar um funcionário no bairro Campo Belo, avistou dois rolos de tela abandonados no canteiro central. Eles seguiram até o bairro, pegaram o funcionário e na volta, pararam e pegaram os rolos e colocaram sobre o carro. Quando já saíam, foram abordados pela polícia. O casal garante que não cortaram o alambrado. “O caso será investigado em inquérito policial. A concessionária faz inspeções periodicamente e detectou o alambrado cortado por volta das 5h e 5h30, quando o casal chegou para pegar”, contou o tenente Jaelson Ferreira Nobre.
Segundo o tenente, o corte foi registrado pelo sistema de monitoramento da rodovia, mas como foi na madrugada, período em que estava escuro, não dá para identificar os autores. Entretanto, o caso será apurado pela Polícia Civil. Caso não seja o grupo, a pena pelo crime reduz. O casal tem cerca de 20 anos e o homem estava com carteira de liberdade condicional.

Escrito por:

Alenita Ramirez