Publicado 01/10/2020 - 06h00 - Atualizado 30/09/2020 - 14h56

Por Do Correio

Fila extensa para declarar o I.R.

Reprodução

Fila extensa para declarar o I.R.

ENCERRADO O PRAZO PARA A DECLARAÇÃO DE RENDA
Apesar do noticiário sempre se referir a pessoa jurídica, mais de 90 por cento das declarações de rendas que deram entrada ontem na Delegacia da Receita Federal, correspondiam a pessoas físicas que não tinham nenhum prazo a observar para apresentar aquele documento. O prazo que ontem se encerrou. dizia respeito apenas às pessoas jurídicas, não existindo necessidade do verdadeiro atropelo que se registrou, fazendo com que a Delegacia da Receita Federal inclusive viesse a solicitar a colaboração de duas agências bancárias para receberem as declarações de rendas. As pessoas físicas, esclareceu o sr . José Pugliesi Filho, assessor de Relações Públicas da D.R .F., desde que não perceberam em 69 o rendimento que as enquadrassem na obrigação de apresentar a declaração até maio passado, poderão apresentar suas declarações em qualquer época.
 
ORÇAMENTO DA PREFEITURA ENTREGUE NA CÂMARA
Pela Lei Orgânica dos Municípios, no dia de ontem se encerrava o prazo para o prefeito Orestes Quércia fazer entrega da proposta orçamentária para 1971 ao Legislativo Municipal. E, assim, por volta, das 17 horas, esteve no 5.o andar do Palácio da Justiça, como portador do importante documento, o dr. João Batista Morano, secretário dos Negócios Jurídicos, da Prefeitura, logo recebido, em seu gabinete de trabalho, pelo presidente sr. Alduino Zini, acompanhado do diretor de Secretaria dr. Roque Marco Gatti, do líder do MDB na Câmara dr. Natal Galle e do 2.o secretário da Mesa, vereador Elyseo Guidotti e do chefe de Gabinete, sr. Américo Peccini, aos quais, imediatamente, expôs o objetivo da visita. Consta a peça orçamentária de uma receita e despesa para o ano vindouro na importância de Cr$ 74.215.507,00, portanto ambas dentro do mesmo nível.
 
EGITO: COMEÇA AGORA LUTA PELO PODER
A luta pela sucessão do presidente Nasser que parece maior morto do que vivo, a julgar pelas reações mundiais após seu falecimento, não será travada unicamente entre os egípcios. Os observadores notaram que o Primeiro-Ministro soviético, Alexey Kossiguin, chegou aqui na noite passada para enfatizar, com sua presença, o intenso esforço soviético de controle no Oriente Médio. A União Soviética quer saber quanto antes o que será o futuro do Egito "depois de Nasser", cujo sucessor deverá ser designado pela Assembléia Nacional dentro de 60 dias. A URSS teme perder a enorme influência que adquiriu no Egito e no Oriente Médio, particularmente desde a de-sastrosa, para os árabes, guerra-relâmpago de 1967.

Escrito por:

Do Correio