Publicado 24/08/2020 - 16h25 - Atualizado 24/08/2020 - 16h26

Por Agência Anhanguera de Notícias


Cedoc/RAC

Campinas registrou 110 novos casos de coronavírus e chegou nesta segunda-feira a 26.203 notificações de contaminação, segundo boletim divulgado no meio da tarde pelo prefeito Jonas Donizette (PSB) em entrevista coletiva. Não houve registro de mortes, ao contrário do que aconteceu no final de semana. Segundo a secretaria de Saúde, foram cinco óbitos registrados no domingo e outros 14 no sábado. Assim, a cidade conta 956 mortes confirmadas pelo novo coronavírus.
Segundo as autoridades sanitárias, existem outros 650 casos ainda em investigação, além de 18 õbitos. Campinas contava nesta segunda-feira com 383 pessoas internadas com Covid-19 e outras 403 em isolamento domiciliar. De acordo com a secretaria, a cidade já conta com 24.461 pessoas recuperadas da doença.
Campinas conta hoje com 381 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 nas redes pública e particular. Deste total, 287 estão ocupados, o que corresponde a 75,33%. Há 94 leitos livres somando as redes pública e particular.
A cidade registrou aumento na taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para pacientes da Covid-19. A situação mais complicada ficou no SUS Estadual – que reúne leitos do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e o Hospital das Clínicas da Unicamp – que contava no meio da tarde, com 66 dos 80 leitos ocupados – o que corresponde a 82,50%. Há 14 leitos vagos. Nesta segunda-feira, havia 13 leitos a menos na rede estadual.
O SUS Municipal também superou a marca de 80% de ocupação. Havia 154 leitos, dos quais 124 estavam ocupados, o que equivale a 80,52%. Um leito do Hospital Mário Gatti continuava bloqueado nesta segunda para regulação por conta da necessidade de isolamento de paciente.
Na rede particular havia 147 leitos, dos quais 97 estavam ocupados, o que equivale a 65,99%. Havia, portanto, 50 leitos livres.

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias