Publicado 15/08/2020 - 06h00 - Atualizado 14/08/2020 - 14h49

Por Do Correio

Rua Regente Feijó em Campinas

Reprodução

Rua Regente Feijó em Campinas

PORTARIAS DO DET VISAM DISCIPLINAR O TRÂNSITO
Apesar da proibição imposta pela portaria da Delegacia de Trânsito, ainda ontem os veículos foram vistos estacionados na rua Regente Feijó, no trecho entre Ferreira Penteado e Campos Sales. E assim não se pôde ter uma idéia do alcance da proibição no tocante ao fácil escoamento da corrente de tráfego naquele trecho. A proibição de estacionamento, de acôrdo com a portaria, deve ser observada durante o horário das 6 às 19 horas. Com relação à rua 13 de Maio, que está com o tráfego de veículos proibido no trecho compreendido entre Senador Saraiva e Francisco Glicério, os comerciantes continuam com opiniões divergentes valendo dizer que a maioria porém está de acordo com a medida da DST.
 
REFORMA EM ESTUDOS DARÁ MAIOR FLEXIBILIDADE
A reforma da educação - fusão do ensino primário e ginasial - visa eliminar a divisão do ensino no Brasil segundo se manifestaram dois membros do grupo de trabalho, professores Valnir Chagas e Aderbal Jurema. A educação tinha uma divisão quádrupla: primário, ginasial, colegial e superior; passará agora, depois de implantada a reforma do ensino, a ter uma divisão tríplice: 1.o Grau, 2.o Grau e Superior. Nos países mais desenvolvidos, como a Rússia e os Estados Unidos, a divisão é dupla, mas o ideal é não haver divisões. Para o professor Valnir Chagas, a divisão era o reflexo de uma estratificação social e que há muito já vinha sendo rompido, firmando-se agora com a aprovação dessa reformulação do ensino.
 
SEQUESTRO: REUNIÃO SECRETA DE PRESOS TUPAMAROS
A entrevista de ontem de chefes tupamaros em um presídio, transcendida hoje por uma infidelidade, constituía ainda esta noite um mistério que todavia tendia a suscitar certas esperanças pela sorte dos sequestrados, o brasileiro Aloisio Dias Gomide e o norte-americano Claude Fly. A reunião está agora confirmada de fonte segura. O suposto supremo chefe guerrilheiro, Raul Sendic, foi levado em segredo em uma caravana que simulava a de um diplomata argentino com escolta policial, da chefatura de polícia à prisão de Punta Carretas, para avistar-se ali com seus pares da direção tupamara. Conferenciaram mais de uma hora "em particular", sem autoridades policiais nem do presídio presentes, e Sendic voltou pelo mesmo procedimento à chefatura de polícia, onde está sob interrogatório há uma semana.

Escrito por:

Do Correio