Publicado 08/08/2020 - 06h00 - Atualizado 07/08/2020 - 14h58

Por Do Correio

Diretores do Clube Concórdia

Reprodução

Diretores do Clube Concórdia

SEQUESTRO: NERVOSISMO ENTRE BRASIL E URUGUAI
Os problemas do sequestro do cônsul Aioysio Gomide levou hoje aos meios oficiais um indisfarçável nervosismo, com reflexos na atividade de rotina do presidente da República, por duas vezes o chefe do govêrno conferenciou com o chanceler Mário Gibson Barbosa, que permaneceu cerca de duas horas no Palácio do Planalto, conversando também demoradamente com o ministro Leitão de Abreu, chefe do gabinete Civil. Em consequência, os despachos das audiências do presidente Garrastazu Médici sofreram considerável atraso. A última audiência, com o governador João Climaco de Almeida, do Piauí, marcada para as 11,25 só pôde ser concedida depois do meia-dia.
 
"NOITE AZUL" DIA 22 NO CLUBE CONCÓRDIA
Dando prosseguimento ao calendário do corrente ano, o Clube Concórdia vai oferecer dia 22 do corrente, a partir das 23 horas, ao seu enorme corpo associativo, o tradicional baile "Noite Azul". A animação está à cargo do "Som Musical Tape", conjunto vocal e orquestral de maior sensação na atualidade, contando com a apresentação do renomado organista Mário Genari Filho. O traje será esporte e as reservas de mesas poderão ser feitas na secretaria do clube.
 
LINDA KASABIAN RECONHECE CULPA NO ASSASSINATO
Linda Kasabian, testemunha da acusação no processo Manson, proclamou ontem, perante o Tribunal, sua "responsabilidade" nos assassínios de Vila Polanski, no dia 9 de agosto de 1969, bem como nos outros dois do dia seguinte. "Sim, sinto-me responsável", afirmou, sem precisar, contudo, precisamente, de que se sentia responsável. Linda respondeu com essas palavras a uma pergunta de Irving Kanarek, um dos advogados de Charles Manson, guia, Cristo e Satã da "família" dos "iluminados" responsáveis pela matança. "Quando deixou o "Rancho" na segunda noite, já se sentia responsável pela morte de cinco pessoas?" perguntou Kanarel. "Não, então não me sentia, mas me sinto agora", respondeu Linda Kasabian, sussurrando.

Escrito por:

Do Correio