Publicado 06/08/2020 - 06h00 - Atualizado 05/08/2020 - 15h02

Por Do Correio

Pessoas no Largo da Estação

Reprodução

Pessoas no Largo da Estação

1.500 ÔNIBUS NO LARGO DA ESTAÇÃO
O Largo da Estação está recebendo diariamente mais de 1.500 ônibus e milhares de passageiros que embarcam e desembarcam, oriundos de cidades do interior ou das capitais de São Paulo e Rio de Janeiro. O movimento é dos mais extraordinários, demonstrando claramente a necessidade de se construir, com urgência, a Estação Rodoviária, solucionando assim um problema que se arrasta por longos anos. As autoridades devem atentar bem para êsse fato, buscando soluções imediatas, pois a cidade reclama a sua Estação Rodoviária. Nove empresas se concentram nesse local, e seus proprietários procuram da melhor maneira atender bem o público, dentro das possibilidades.
 
TUPAMAROS AMEAÇAM EXECUTAR CÔNSUL
As autoridades militares uruguaias ratificaram solidariedade ao presidente Pacheco Areco, dizendo que não serão realizadas negociações com os Tupamaros. Por sua vez, os terroristas enviaram mensagem hoje a um juiz dizendo que se os presos exigidos não forem libertados será usada violência contra os sequestrados. Os Tupamaros, após a soltura do juiz Pereira Manelli, sequestrado há dias, iniciaram uma campanha de novas atividades, interrompidas desde o assalto a uma farmácia para roubar medicamentos para Dan Mitrioni e para o cônsul brasileiro. Um carro pagador do Banco de Cobranças foi assaltado por três homens que se identificaram como policiais, levando cerca de 300 mil cruzeiros. Ignora-se, porém, as razões porque a imprensa uruguaia não atribuiu o assalto aos Tupamaros, pois à ação foi revestida das mesmas características anteriores.
 
TUMULTUA-SE PROCESSO CONTRA CHARLES MANSON
O Juiz Charles Older, que preside aqui, há, nove semanas, o processo de Charles Manson e seus co-réus no assassino de Sharon Tate e outras seis pessoas, teve de empregar toda sua autoridade para permitir a continuação da audiência. Como resultado de um novo incidente, num dia em que estes se multiplicaram, condenou Daye Shinn, advogado de Susan Atkins, a passar três noites na prisão, por ultraje à magistratura. O incidente verificou-se no reinicio da audiência, na tarde de ontem. O juiz acabava de iniciar os debates quando Manson se levantou empunhando um exemplar de "Los Angeles Times", onde se lia em cinco colunas: "Manson culpado, declara Nixon", esgrimindo-o acusadoramente em direção aos jurados. O escrivão do Tribunal se apoderou rapidamente do jornal, mas a audiência teve de ser interrompida.

Escrito por:

Do Correio