Publicado 31/07/2020 - 12h43 - Atualizado 31/07/2020 - 12h43

Por Estadão Conteudo

Aos 66 anos, Regina Casé, que vive Lurdes, está no grupo de risco

Divulgação

Aos 66 anos, Regina Casé, que vive Lurdes, está no grupo de risco

A retomada da novela Amor de Mãe, prevista somente para 2021, não contará com alguns atores que estavam presentes no início da trama. Segundi a Globo a diminução do elenco visa a resguardar os profissionais envolvidos no enredo exibido na faixa de horário das 21h. Procurada pelo Estadão, a emissora informou que reduziu a quantidade de pessoas nas filmagens, porém não adiantou quais personagens não irão aparecer na nova fase. A emissora negou que exista uma proibição para escalar atores que moram fora do Rio de Janeiro, porém confirmou a restrição da participação do elenco infantil.
"A orientação é que se evite ao máximo expor qualquer talento, esteja ele na cidade ou fora dela. E há sim uma orientação para restringir a participação de pessoas pertencentes ao grupo de risco e elenco infantil. Mas, caso seja fundamental para a realização da obra, um comitê será acionado para propor as soluções mais adequadas, que não coloquem as pessoas em risco", comunicou em nota.
A emissora minimizou a redução do elenco. "É natural que, com ou sem pandemia, na reta final de uma novela, conforme os desfechos aconteçam, os personagens diminuam e até encerrem a sua participação na obra. Portanto não há um 'corte' de elenco e sim um cuidado permanente com a segurança dos talentos e das equipes".
Sobre as gravações, a comunicação da Globo afirmou que serão feitas com segurança. "Durante esses meses de isolamento, trocamos experiências com outras produtoras do mundo e criamos um rígido protocolo de segurança, que compreende recomendações que vão de cuidados na pré-produção à atuação nos sets de gravação, incluindo logísticas de transporte, alimentação e regras para fornecedores."
Em entrevista ao Estadão, em 20 de julho, Silvio de Abreu, diretor de dramaturgia da Globo, afirmou que as gravações de Amor de Mãe seriam retomadas em 10 de agosto. Esta semana, a emissora declarou que a data para o retorno das gravações segue em aberto. As gravações da história escrita por Manuela Dias foram suspensas no início de março devido ao isolamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus.

Escrito por:

Estadão Conteudo