Publicado 10/07/2020 - 18h12 - Atualizado // - h

Por Da Agência Anhanguera

Utilizando somente sprays especiais importados, Nénão levou 16 horas para concluir a pintura que tem um efeito 3D

Caius Lucilius Divulgação

Utilizando somente sprays especiais importados, Nénão levou 16 horas para concluir a pintura que tem um efeito 3D

O artista contemporâneo Gustavo Nénão, conhecido internacionalmente por suas pinturas usando a técnica grafiiti fine art, escolheu o Hospital de Clínicas da Unicamp para expressar seu apoio aos profissionais da Saúde no enfrentamento do coronavírus, informa a Assessoria de imprensa do hospital. Utilizando somente sprays especiais importados, Nénão levou 16 horas para concluir a pintura que tem um efeito 3D e está localizada no principal corredor do hospital, no terceiro andar.
A proposta da obra foi sugerida pela Relações Públicas Trícia Thomé e pelo assessor de imprensa, Caius Lucilius ao empresário José Saltini, que apoiou o projeto, através do Programa McObrigado. A temporada do Nénão em Campinas, sua terra natal, deve-se a uma série de compromissos, dentre os quais, a comemoração dos 50 anos da Unimed e criação de um painel no McDonald’s de Jaguariúna, quando surgiu a conexão com a proposta do HC da Unicamp.
A entrega da obra de arte foi restrita à equipe de gestão do HC e ao diretor da DEAS, Manoel Bertolo. O reitor da Unicamp, Marcelo Knobel gravou um vídeo agradecimento (Veja aqui) pelo empenho do artista que foi apresentado na assinatura do artista sobre a pintura. O reitor enalteceu o envolvimento da classe artística mundial no enfrentamento dessa pandemia.
Já o empresário Saltini agradeceu o esforço de todo corpo assistencial do hospital. “Aquilo que vocês estão fazendo serve de exemplo para o mundo e para cada um de nós. Qualquer coisa que fizermos aqui é pouco, pois o que vocês fazem tem um valor incrível! Sem vocês, nós não conseguiríamos sobreviver”, declarou Saltini muito emocionado.
Nénão conta que é a primeira pintura que realiza dentro de um hospital e isso traz boas lembranças da infância, já que o pai também é médico. “Eu lembro que a hora mais feliz do meu dia era quando meu pai chegava em casa, após algum plantão ou de seu consultório, pois sabia que sua missão era salvar vidas. E cá estou dentro de um hospital em momento tão importante na vida de todos vocês. Se alguém aqui tem agradecer sou eu pelo que vocês estão fazendo nesse momento. Muito obrigado por essa oportunidade única”, comentou Nénão.
Com mais de 26 anos de carreira, Gustavo Nénão, graduado em Comunicação Social pela PUC já apresentou suas obras em importantes galerias de 39 países ao redor do mundo. Sua última apresentação antes de vir ao Brasil, foi no famoso museu de arte Zentrum Paul Klee, em Berna, capital da Suíça. Dividindo sua agenda entre a Europa e a América do Norte e do Sul, recentemente Nénão acertou a criação de trabalhos exclusivo para a McLaren até o final de 2021.
Em 2014, Nénão foi o único brasileiro escolhido pela ex-primeira dama norte americana, Michelle Obama, para participar da exposição ‘Taking Back the Streets’ na famosa galeria ArtBeam, em Nova York. Foram duas obras, uma obra feita em Campinas e enviada para NY e outra original de 70 x 100, exposta no interior do local. A obra selecionada para ilustrar a entrada do ArtBeam, por meio de um graffiti de quase três metros, mostrava uma criança soltando pássaros de dobradura ao invés de bolhas de sabão.
Nénão busca transmitir em suas pinturas uma explosão artística e criativa associada ao momento do mundo moderno. No caso do HC, a ideia foi transmitir uma homenagem aos profissionais de saúde que estão no enfrentamento à pandemia do coronavírus. “Depois de visitar o hospital e o local escolhido, pensei em várias propostas, mas acabei optando pelo calor humano e o conforto de um abraço entre paciente e médico, já que estamos limitados nesse ato em função da pandemia”, disse.
A técnica de grafiiti fine art já se consolidou como um novo padrão de arte contemporânea no mundo inteiro e até já possui Bienais Internacionais consideradas as mais completas exposições de arte urbana do mundo. O grafiiti fine art conquistou seu espaço com impressionantes pinturas que na maioria das vezes trazem reflexão diária da sociedade moderna. Nénão conta que cada desenho, que demora entre oito e 15 horas para ser finalizado no local, além de mais alguns dias para a criação e confecção da base em menor escala para orientação.
Atualmente, Nénão reside em Londres para onde retorna semana que vem e está com a agenda fechada até o final do ano para trabalhos em vários países da Europa. Saiba mais sobre o artista em www.gustavonenao.com ou no Instagran @gustavonenao (As informações são da Assessoria de Imprensa do HC Unicamp)

Escrito por:

Da Agência Anhanguera