Publicado 23/07/2020 - 06h00 - Atualizado 22/07/2020 - 14h49

Por Do Correio

Asfalto para a Rua 13 de Maio

Reprodução

Asfalto para a Rua 13 de Maio

A RUA "13 DE MAIO" TAMBÉM RECEBE ASFALTO
Depois da rua Barão de Jaguara, uma das principais do centro comercial campineiro, a Prefeitura Municipal está agora preparando o as faltamento da rua do comércio de Campinas, a rua 13 de Maio. Os serviços de remoção dos trilhos já foram iniciados, e o primeiro trecho, do Largo da Estação à rua 11 de Agosto está praticamente pronto para receber as camadas de pedras e asfalto. A exemplo do que vinha ocorrendo em outras artérias centrais da cidade, dentro dos planos Municipais de asfaltamento em massa das principais ruas do centro, notadamente àquelas por onde transitavam os bondes, o asfaltamento da 13 de Maio será desenvolvido em ritmo acelerado, com dumas turmas de trabalho, funcionando uma durante o dia e outra à noite No que diz respeito à rua Barão de Jaguara, os trabalhos já foram executados até à rua Conceição. com o trânsito inclusive tendo sido liberado no fim da última semana.
 
MÉDICI: MUITO RIGOR COM O "ESQUADRÃO"
Altos escalões das Forças Armadas admitiram hoje no Rio que o Presidente Médici poderá, adotar medidas rigorosas contra os crimes praticados pelo "Esquadrão da Morte" em vários pontos do país, particularmente em São Paulo, Guanabara e Estado do Rio. Os militares baseiam-se em que "a subversão da ordem jurídica, justamente no momento em que o governo revolucionário procura os meios para o restabelecimento pleno da liberdade democrática, é um problema de segurança nacional, tão igualmente importante como os crimes praticados pelos terroristas". Orgãos de segurança, desvinculados do sistema policial, já estão investigando pormenorizadamente os crimes atribuídos ao "Esquadrão da Morte".
 
ISRAEL TEM PROJETOS PARA O BRASIL
O representante do govêrno de Israel. Shimon Amir, que se encontra no Brasil para manter entendimentos com o govêrno brasileiro a respeito dos acordos de cooperação técnica entre os dois países, em entrevista coletiva à imprensa afirmou que há uma busca comum às duas nações, de condições sociais e humanas que permitam o aproveitamento dos novos métodos científicos, proporcionando ao trabalhador rural uma vida mais condigna com nossa época e ao país o índice necessário de desenvolvimento econômico. O sr. Shimon esclareceu que todos os projetos em execução e por executar no Brasil, especialmente no Nordeste, visam o aproveitamento dos recursos hidráulicos e agrícolas.

Escrito por:

Do Correio