Publicado 03/06/2020 - 10h30 - Atualizado 03/06/2020 - 10h35

Por Estadão Conteúdo

Jorge Jesus

Alexandre Vidal/Flamengo

Jorge Jesus

Depois de um dia de reuniões para definir a renovação de seu contrato, o técnico português Jorge Jesus usou as redes sociais no final da noite desta terça-feira para confirmar a sua permanência no Flamengo por mais um ano. No post no Instagram, ele explicou os motivos para a decisão de seguir trabalhando no clube rubro-negro.
"Meus representantes chegaram a um acordo hoje (terça-feira) com diretoria do Flamengo para renovação de meu contrato por mais um ano. As minhas relações de amizade com todos jogadores, estrutura do clube e Nação Rubro-Negra foram determinantes para tocar meu coração e falaram mais alto em minha decisão. Obrigado a todos pelo carinho, pelo reconhecimento e apoio ao nosso trabalho", escreveu Jorge Jesus, com a seguinte legenda inserida junto à imagem: "Digam à Nação que fico!"
A expectativa agora é que o Flamengo anuncie nesta quarta-feira, de forma oficial, a renovação de contrato do técnico português. O atual vínculo se encerraria no próximo dia 20, mas um acerto vinha demorando para acontecer, embora Jorge Jesus sempre fizesse vários elogios ao clube e aos seus gestores. Mas haviam fatores que provocavam impasse, como a desvalorização do real, e que agora foram solucionados.
Anunciado em 1.º de junho de 2019, Jorge Jesus revolucionou o Flamengo desde então. O time, sob o comando do português, conquistou cinco títulos, incluindo os do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores, ambos no ano passado, e construiu uma aura de praticamente imbatível, se recolocando na trilha das conquistas.
Contratado para substituir Abel Braga, Jorge Jesus também foi campeão da Recopa Sul-Americana, da Supercopa do Brasil e da Taça Guanabara - o primeiro turno do Campeonato Carioca -, todos em 2020, antes da paralisação das competições por causa da pandemia do novo coronavírus.
São, assim, mais conquistas do que derrotas - apenas quatro. Com Jorge Jesus, o Flamengo sofreu o seu primeiro revés para o Emelec, no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores - o time conseguiu passar de fase nos pênaltis, no confronto de volta. Depois, caiu para o Bahia, na 13.ª rodada do Brasileirão, e para o Santos, na última, quando já era o campeão nacional. Já a última vez que deixou o campo batido foi para o Liverpool, na decisão do Mundial de Clubes da Fifa de 2019.
Em um total de 51 jogos, o Flamengo de Jorge Jesus tem 38 vitórias e 9 empates, além das quatro derrotas, com aproveitamento de 80,39%. Além disso, marcou 118 gols e sofreu apenas 45.

Escrito por:

Estadão Conteúdo