Publicado 30/06/2020 - 12h34 - Atualizado 30/06/2020 - 12h34

Por Da Agência Anhanguera

Unicamp prorroga suspensão de atividades

Cedoc/RAC

Unicamp prorroga suspensão de atividades

A Universidade Estadual de Campinas anunciou nesta terça-feira (30) que as atividades presenciais na universidade estão suspensas por tempo indeterminado em razão da crise sanitária provocada pela pandemia do coronavírus. Esta é a primeira vez, desde o primeiro anúncio de suspensão das atividades presenciais, em 13 de março, que a reitoria não define prazo de duração da medida.
O reitor da Unicamp, Marcelo Knobel diz que a crise sanitária ocasionada pela pandemia da Covid-19 e o crescimento contínuo dos casos de contaminação justificam a medida. Campinas registrou nesta terça-feira (30) mais 21 mortes num período de 24h e chegou a 317 óbitos. Registrou também 438 novos casos da doença e soma agora 8.286 pessoas que foram contamimadas.
A decisão de prorrogar as restrições por tempo indeterminado é mais uma indicação de que as aulas presenciais só devem voltar mesmo no ano que vem. 
No dia 18 de junho, por exemplo, as três universidades públicas do Estado – USP, Unicamp e Unesp - decidiram que as aulas serão retomadas em agosto, mas de maneira remota e alertaram para a possibilidade de a medida se estender por todo o segundo semestre. Os reitores se dizem preocupados com a contaminação de alunos, professores e funcionários pelo coronavírus.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera