Publicado 17/06/2020 - 18h10 - Atualizado 18/06/2020 - 08h26

Por Alenita Ramirez

Homem foi socorrido pelo corpo de Bombeiros e levado ao Hospital das Clínicas da Unicamp

Divulgação

Homem foi socorrido pelo corpo de Bombeiros e levado ao Hospital das Clínicas da Unicamp

Um funcionário terceirizado da Prefeitura de Valinhos, de 60 anos, sofreu queimaduras de segundo grau em 27% do corpo – peito e costas -, durante a manutenção de postes de iluminação na rua Fioravante Agnello, Vila Molleta. Ele levou uma descarga elétrica por volta das 15h e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e Ambulância Municipal e levado pelo Helicóptero Águia da Polícia Militar ao Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp.
De acordo com a Prefeitura, A.V.M. é funcionário da empresa Citelum, que foi contratada para manutenção e modernização do sistema de iluminação pública na cidade. Ainda conforme Administração Pública, a direção da empresa relatou que ele executava trabalho de rotina na troca de luminárias. “A empresa informou que está apurando o ocorrido, mas os primeiros relatos indicam que ele teria tido um mal súbito durante o serviço. A empresa informou ainda que vai prestar toda a assistência necessária ao colaborador e sua família. A Prefeitura lamenta o ocorrido e vai acompanhar a apuração do acidente e as circunstâncias em que ele ocorreu para, se necessário, adotar algum tipo de medida”, frisou em nota.
De acordo com o Corpo de bombeiros, ele ficou preso na escada e com a chegada dos bombeiros, ele foi retirado usando técnicas de salvamento e rapel. “Ele estava consciente orientado, sem fratura aparente, mas estava com muitas dores pelo corpo, principalmente nos membros inferiores e superiores”, citou a corporação.
Um colega de trabalho ficou segurando o trabalhador pelo cesto do caminhão até a chegada dos bombeiros, que o desceu com sistema de rapel. O resgate demorou cerca de uma hora, devido à complexidade.

Escrito por:

Alenita Ramirez