Publicado 23/06/2020 - 06h00 - Atualizado 22/06/2020 - 14h42

Por Do Correio

Campinas comemora vitória do Brasil

Reprodução

Campinas comemora vitória do Brasil

 EXPLOSÃO DE ALEGRIA PELAS RUAS DA CIDADE
"O caneco é nosso". "Com a nossa seleção não há quem possa...". E o povo saiu às ruas comemorando o grande feito da nossa seleção, o que nos valeu a posse, em definitivo, da Taça "Jules Rimet". O silêncio quase que sepulcral até as 17 horas foi quebrado quando surgiu na avenida uma "Variant" buzinando e lotada de crianças. A alegria contagiante saia dos lares para ganhar as ruas. E daí para a frente tudo era carnaval. Dos edifícios papéis picados esvoaçavam pelo céu. O futebol unindo 90 milhões de brasileiros. Uma festa sem distinção social, de côr e de religião. Nos bares e restaurante a cerveja e o chopp saindo em grande quantidade. E a pinga também. O campineiro vibrou como todos seus irmãos brasileiros, de Norte ao Sul e do Leste ao Oeste. O Correio Popular faz ouvir sua tradicional sirene. Para a frente do jornal deslocou-se uma compacta massa humana.
 
INTERVENÇÃO FEDERAL PODERÁ VIR PARA SEIS MUNICÍPIOS
Dos 572 municípios paulistas, 400 vem tendo suas atividades examinadas pela Subcomissão Paulista da Comissão Geral de Investigações e destes cerca de meia centena poderá sofrer intervenção federal. Esta foi uma das informações prestadas pelo coronel aviador Luís Marcial Junior, presidente da Sub - CGI - de São Paulo ao ministro da Aeronáutica, marechal do ar Márcio de Souza e Melo, durante visita que realizou ao general da Quarta Zona Aérea. O ministro Márcio de Souza e Melo, chegou a esta capital às 10,30 horas de hoje a fim de Visitar o QG da 4.a Zona Aérea onde almoçou em, companhia do brigadeiro José Vaz da Silva, e à noite no Circulo Militar de São Paulo, presidir solenidade de entrega de prêmio outorgado pela União Cultural Brasil-Líbano ao Centro Técnico Aero-espacial.
 
"BOEING" DA PANAM DESVIADO PARA O CAIRO
Os sequestradores do Boeing-727 da companhia iraniana "Air" desviado ontem para Bagdá, são três estudantes, dois deles irmãos. Ali e Hossein Mollazadeh e Massoud Ramidi, depois de obrigar ao aparelho a aterrissar em Bagdá, solicitaram asilo político, que lhes foi concedido depois de aproximadamente uma hora de gestões. Entre os passageiros estava o príncipe Chahriar Pahlavi, sobrinho do Xá, soube-se esta manhã. O príncipe é filho menor da princesa Achraf, irmã do soberano e oficial, da Marinha Imperial Iraniana, porém sua presença a bordo não teve relação alguma com o sequestro. Um dos sequestradores dirigiu-se aos passageiros, depois de ter obtido o direito de asilo, pedindo-lhes desculpas por seu gesto e pelo incomodo que lhes tinham ocasionado.

Escrito por:

Do Correio