Publicado 17/06/2020 - 06h00 - Atualizado 16/06/2020 - 14h59

Por Do Correio

Sônia, candidata a miss Brasil

Reprodução

Sônia, candidata a miss Brasil

CONCURSO: SÔNIA yARA, UM ENCONTRO NO RIO
Sonia Yara Guerra tem um encontro marcado para a próxima sexta-feira: é com a glória final do concurso de Miss Brasil, no qual ela concorre representando São Paulo, depois de ter vencido no Ibirapuera representantes de 44 cidades do interior do Estado. Ela entrou no certame como Miss Campinas, escolhida no dia 27 de maio. Antes, era candidata apenas do City Bank Clube, e tinha uma considerável vantagem sobre suas concorrentes mais diretas: cultura em alto nível, segurança em toda linha, um rosto perfeito, num corpo de medidas muito certas. Os mesmos pontos positivos ela mantém até agora. E vai aumentar a sua importância e valor, numa campanha iniciada há mais de uma semana, na própria Guanabara: há muito tempo que uma Miss São Paulo não conquista o título máximo.
 
EMBAIXADOR ALEMÃO JÁ EM LIBERDADE
Cento e vinte e três horas depois de sequestrado, o embaixador Von Holleben, da Alemanha, foi libertado hoje à noite, chegando à sua residência às 23.25 horas. Foi conduzido à Embaixada pelo sr. Sérgio da Costa Apolinário que o encontrou na esquina das ruas Barão de Mesquita com Deputado Soares Filho, próximo ao Colégio Militar, no mesmo perímetro em que foi deixado o embaixador Charles Elbrick. Foi marcado por lance da maior emotividade, o encontro do diplomata com a embaixatriz Isa Holleben, com todos os seus filhos e funcionários da representação alemã. Uma entrevista à imprensa nacional e internacional, foi prometida por Von Holleben, para hoje.
 
A CHEGADA EM ARGEL DOS QUARENTA PRESOS
Vários altos funcionários argelinos subiram no aparelho, do qual começaram a descer dez minutos depois os primeiros ex-presos brasileiros. Os asilados foram se colocando um ao lado do outro ao longo do Boeing, enquanto que as câmeras de cinema e televisão não os perdiam de vista e os flashes iluminavam a pista. Os brasileiros pareciam muito cansados e estavam com a barba por fazer. As mulheres davam mostras de esgotamento. Os membros da tripulação levavam nos braços quatro crianças e as entregaram aos novos exilados. Os novos refugiados Angelo Pezzutti da Silva e Fausto Machado Freire, declararam que a viagem se desenvolvera normalmente.

Escrito por:

Do Correio