Publicado 16/06/2020 - 06h00 - Atualizado 15/06/2020 - 14h52

Por Do Correio

Tostão faz 3° gol, contra o Peru

Reprodução

Tostão faz 3° gol, contra o Peru

COPA DO MUNDO: PERU TAMBÉM CAIU 4 X 2
Foi um lindo cotejo de futebol sul-americano, em que a bola circulava com rapidez e precisão, impulsionada por excelentes técnicos. Faltou, contudo, um tanto de emoção, porque os brasileiros foram logo à frente, no marcador e, para os peruanos, parecia uma tarefa demasiado árdua desfazer a vantagem. Não obstante, o resultado final foi algo duro para os peruanos, que teriam merecido melhor sorte. Os elementos essenciais da derrota inca devem ser buscados na superior organização defensiva dos bi-campeões, bem agrupados sempre, enquanto a defesa do Peru deixou amplos espaços livres aos dianteiros aura-verdes. Isso, somado à fraca atuação do guarda-valas Rubinos e a um excesso de passes entre os dianteiros incas, pôs por terra todas as aspirações dos rapazes de Didi. O quadro brasileiro jogou sempre com prudencia, atuando com três elementos, salvo em raras ocasiões. Tostão, Pelé e Jairzinho iam à meta de Rubinos rápida, diretamente, com grande objetividade.
 
VEJA EM SÔNIA, A BELEZA QUE DEMOS A SP
Quando Walter Forster pegou o microfone para anunciar o resultado final do concurso de Miss São Paulo 1970, o relógio marcava 1,15 do dia 14 e ninguém mais tinha dúvidas sôbre o resultado. Somente Sônia Yara Guerra é que ficou surpresa quando, ainda nos bastidores, comunicaram-lhe que havia vencido o certame, derrotando 44 concorrentes da capital e do interior. O título já era de Campinas desde a primeira aparição de Sônia Yara na passarela montada no centro do ginásio do Ibirapuera, com metade da sua lotação tomada pelas delegações das cidades que tinham representantes no concurso, curiosos e pessoas tiradas aos setores promocionais. Antes da eleição de Miss São Paulo, o juri integrado por Ligia Fagundes Telles, Leilah Assumpção, Alfredo Pessoa, Raul Laeb, Lino Morganti, Eva Wilma, Paulo Pestana, Eduardo Pires de Campos e Cassiano Gabus Mendes escolheu a "Miss Capital".
 
AVIÃO COM PRESOS DESCEU EM ARGEL
Tão logo recebeu do encarregado de Negócios do Brasil em Argel, secretário Carlos Felipe Alves Saldanha, telefonema internacional informando sôbre a chegada do avião PP-VJH à capital argelina, o ministério das Relações Exteriores divulgou o seguinte comunicado: "Após receber comunicação oficial da embaixada do Brasil em Argel, o ministério das Relações Exteriores confirma haver chegado hoje, dia 15, às 20,45 horas (hora do Rio de Janeiro), ao aeroporto daquela capital, o avião em que foram transportados os quarenta terroristas, banidos do território nacional. Estão, pois preenchidas tôdas as condições dos sequestradores do embaixador da Republica Federal da Alemanha".

Escrito por:

Do Correio