Publicado 05/06/2020 - 06h00 - Atualizado 04/06/2020 - 14h53

Por Do Correio

Barranco no São Fernando: perigo

Reprodução

Barranco no São Fernando: perigo

CAMPINAS: PROBLEMAS ESQUECIDOS PELA PREFEITURA
Não é má vontade. Não se deve ter má vontade. Não é crítica. Os casos que vamos focalizar não chegam a tal. É lembrar. Lembrar é importante. Mormente quando existe o interesse de tanta parte da população. E parte pobre, obscura, dessas que se sentem esquecidas. Em parte, esquecidas mesmo. Lembramos o que temos escrito e provado a respeito. Ainda outro dia, focalizamos a condição do Piçarrão e publicamos a mesma foto que aí se encontra. Não precisamos repetir. Basta lembrar. Também já umas "Coluna do Povo'' - refundida como precisava ser - lembrou que nada se tem feito do muito que estão esperando os bairros da Vila Lemos, do Proença, da Baroneza, do São Fernando, tudo comprovado com fotos por esta folha.
 
GARRASTAZU MÉDICI COMEÇA A VER NORDESTE SÊCO
O presidente Garrastazu Médici iniciou hoje pelo Ceará, a viagem aguardada com ansiedade por toda a população desta área assolada pela seca. O general Médici desembarcou na capital cearense, do "One-Eleven", presidencial às 12 e 35 Acompanharemos, além do chefe do SNI, os ministros Delfim Neto, da Fazenda; Mário Andreazza, dos Transportes; e Cirne Lima da Agricultura e o sr. Nestor Jost, presidente do Banco do Brasil. No Aeroporto "Pinto Martins" onde desembarcou procedente do Rio, foi recebido pelo governador Plácido Castelo; General Candal da Fonseca, comandante do IV Exército; Brigadeiro Márcio Leal Coqueiro, Comandante da 2.a Zona, entre outras autoridades civis e militares.
 
FRONDIZI ACUSA GOVÊRNO DE ONGANIA
O ex-presidente Arturo Frondizi afirmou hoje aqui que se não houver uma mudança política urgente, o país cairá inevitavelmente no caos. Numa declaração entregue ao meio-dia à imprensa, o ex-chefe de Estado, derrubado pelos militares em 1962, repudiou o sequestro do ex-presidente Pedro Aramburu, expressando que somente grupos minúsculos e estranhos aos princípios cristãos de convivência podem incitar ao crime e a vingança". Mas acrescentou que a unânime reação em favor do esquecimento de velhas ofensas - expressada por peronistas e anti-peronistas - e um fato positivo que abre uma nova perspectiva na política nacional.

Escrito por:

Do Correio