Publicado 24/05/2020 - 09h08 - Atualizado 23/05/2020 - 18h20

Por Luís Cesar de Souza Pinto

O Audi R8 tem motor central-traseiro V10 que gera 610 cv e assegura um desempenho notável: 100 km/h em apenas 3,2 segundos

Divulgação

O Audi R8 tem motor central-traseiro V10 que gera 610 cv e assegura um desempenho notável: 100 km/h em apenas 3,2 segundos

Nem mesmo a profunda crise provocada pela pandemia de Covid-19 conseguiu frear o ímpeto dos endinheirados compradores da versão 2021 do Audi R8. Em apenas uma semana, se esgotaram todas as unidades do superesportivo disponibilizadas para pré-venda no Brasil (por questão estratégica a marca alemã não divulgou o número exato de modelos vendidos). O carro, que custa mais de R$ 1,2 milhão, começa a ser entregue aos novos proprietários a partir de setembro. Vale destacar que o R8 tem fila de espera e novos pedidos podem ser feitos sob encomenda, com prazo de entrega previsto para o início de 2021.
Um dos atrativos do modelo - além, é claro, da sua alta performance - é a possibilidade de personalização. De acordo com a Audi, são quase 1,6 milhão de combinações possíveis para o Audi R8. Entre as escolhas estão 29 opções de cores externas, cinco acabamentos de side blades, três para o conjunto de saias laterais, spoiler dianteiro e molduras do difusor traseiro, quatro para os retrovisores, seis opções de rodas (sempre de 20 polegadas) e logotipos em preto ou cromado. Há ainda os acabamentos internos, com mais possibilidades. Os assentos, por exemplo, têm até 18 opções à escolha do comprador.
O visual reflete o caráter poderoso e esportivo do Audi R8. Um capô extenso, uma traseira com linhas fluidas e um entre-eixos relativamente curto, de 2,65m. O comprimento total é de 4,42m, a altura é de 1,24m e a largura tem 2,03m. As quatro argolas complementam a ponta do capô que conta com sua grade de estilo colmeia, ampla e plana. As características luzes de condução diurnas trazem elementos verticais que replicam as estruturas das entradas de ar e enfatizam a largura do carro.
Toda a aparência do R8 transmite uma sensação de leveza e precisão técnica. Nas laterais do esportivo há contornos sinuosos; a linha de cintura conecta as caixas de rodas ao mesmo tempo em que divide os side blades em dois. Essa nova solução de design faz o carro parecer mais longo e dinâmico. Na traseira, as lanternas e as entradas de ar formam um conjunto homogêneo.
Um carro de pista feito para rodar nas ruas
Nenhum modelo Audi está mais próximo de um carro de pista que o Audi R8. O superesportivo possui motor central-traseiro V10 que gera 610 cv de potência e 560 Nm de torque que assegura um desempenho de tirar o fôlego – a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em apenas 3,2 segundos, com velocidade máxima de 330 km/h. A transmissão é a S tronic de sete velocidades e conta com renovado sistema de tração quattro.
Quem assume o volante do novo R8 se sente como um piloto de corridas. Todas as funções são direcionadas para o motorista e permitem uma operação simples mesmo em condições extremas – isso sem que seja preciso tirar as mãos do volante. Os assentos esportivos com apoio de cabeça integrado proporcionam excelente suporte lateral.
O Audi virtual cockpit apresenta todas as informações ao motorista em sua tela de 12,3 polegadas com gráficos elaborados. Entre os equipamentos de série do modelo estão faróis de laser, seletor de modos de condução, controle do ronco saído do escape, quadro de instrumentos digital, central multimídia e sistema de som Bang&Olufsen.
2405 Metropole Motor 
---------- Forwarded message ---------
De: Angela Kuhlmann <angelakpc@gmail.com>
Date: qua., 20 de mai. de 2020 às 12:35
Subject: 2405 Metropole Motor
To: <mauricio.aires@rac.com.br>

Motor

 

Olho:

 

Sem crise

 

Título

 

Com fila de espera

 

Linha fina:

 

Audi vende em uma semana todas as unidades do superesportivo R8 disponibilizadas para o Brasil; modelo custa R$ 1,2 milhão

 

Luís Cesar de Souza Pinto

 

Nem mesmo a profunda crise provocada pela pandemia de Covid-19 conseguiu frear o ímpeto dos endinheirados compradores da versão 2021 do Audi R8. Em apenas uma semana, se esgotaram todas as unidades do superesportivo disponibilizadas para pré-venda no Brasil (por questão estratégica a marca alemã não divulgou o número exato de modelos vendidos). O carro, que custa mais de R$ 1,2 milhão, começa a ser entregue aos novos proprietários a partir de setembro. Vale destacar que o R8 tem fila de espera e novos pedidos podem ser feitos sob encomenda, com prazo de entrega previsto para o início de 2021.

 

Um dos atrativos do modelo - além, é claro, da sua alta performance - é a possibilidade de personalização. De acordo com a Audi, são quase 1,6 milhão de combinações possíveis para o Audi R8. Entre as escolhas estão 29 opções de cores externas, cinco acabamentos de side blades, três para o conjunto de saias laterais, spoiler dianteiro e molduras do difusor traseiro, quatro para os retrovisores, seis opções de rodas (sempre de 20 polegadas) e logotipos em preto ou cromado. Há ainda os acabamentos internos, com mais possibilidades. Os assentos, por exemplo, têm até 18 opções à escolha do comprador.

 

O visual reflete o caráter poderoso e esportivo do Audi R8. Um capô extenso, uma traseira com linhas fluidas e um entre-eixos relativamente curto, de 2,65m. O comprimento total é de 4,42m, a altura é de 1,24m e a largura tem 2,03m. As quatro argolas complementam a ponta do capô que conta com sua grade de estilo colmeia, ampla e plana. As características luzes de condução diurnas trazem elementos verticais que replicam as estruturas das entradas de ar e enfatizam a largura do carro. 

Toda a aparência do R8 transmite uma sensação de leveza e precisão técnica. Nas laterais do esportivo há contornos sinuosos; a linha de cintura conecta as caixas de rodas ao mesmo tempo em que divide os side blades em dois. Essa nova solução de design faz o carro parecer mais longo e dinâmico. Na traseira, as lanternas e as entradas de ar formam um conjunto homogêneo.

 

 

 

Retranca:

Um carro de pista feito para rodar nas ruas

 

Nenhum modelo Audi está mais próximo de um carro de pista que o Audi R8. O superesportivo possui motor central-traseiro V10 que gera 610 cv de potência e 560 Nm de torque que assegura um desempenho de tirar o fôlego – a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em apenas 3,2 segundos, com velocidade máxima de 330 km/h. A transmissão é a S tronic de sete velocidades e  conta com renovado sistema de tração quattro.

Quem assume o volante do novo R8 se sente como um piloto de corridas. Todas as funções são direcionadas para o motorista e permitem uma operação simples mesmo em condições extremas – isso sem que seja preciso tirar as mãos do volante. Os assentos esportivos com apoio de cabeça integrado proporcionam excelente suporte lateral. 

O Audi virtual cockpit apresenta todas as informações ao motorista em sua tela de 12,3 polegadas com gráficos elaborados. Entre os equipamentos de série do modelo estão faróis de laser, seletor de modos de condução, controle do ronco saído do escape, quadro de instrumentos digital, central multimídia e sistema de som Bang&Olufsen.

 

 

Legendas:

Superesportivo tem motor central-traseiro V10 que gera 610 cv e assegura um desempenho notável: 100 km/h em apenas 3,2 segundos e velocidade máxima de 330 km/h

 

 

No luxuoso interior do Audi R8 um dos destaques é o sistema Audi Drive Select  com tela de 12,3 polegadas

Escrito por:

Luís Cesar de Souza Pinto