Publicado 16/05/2020 - 10h13 - Atualizado // - h

Por Maria Teresa Costa

Em todo o País, 133 municípios serão visitados por agentes do Ibope capacitados para realizar os testes

Cedoc/RAC

Em todo o País, 133 municípios serão visitados por agentes do Ibope capacitados para realizar os testes

Campinas passou a integrar, desde quinta-feira, a pesquisa de c</IP>ampo que o Ibope está fazendo em 133 cidades em todos os estados do País, para avaliar como o novo coronavírus avança pelo Brasil. O projeto é uma iniciativa do Ministério da Saúde, que contratou o instituto de pesquisa por R$ 10 milhões, para coleta de uma gota de sangue e aplicação de testes rápidos em um dos moradores da casa visitada. Se o resultado der positivo, todos os moradores da casa serão testados. Em Campinas, anunciou o prefeito Jonas Donizette (PSB), serão aplicados 250 testes rápidos na pesquisa por amostragem.
No País, dentro do projeto coordenado pela Universidade Federal de Pelotas, no Rio Grande do Sul, a testagem ocorre desde abril e serão aplicados 100 mil exames. A tarefa está sendo executada por 2,6 mil pesquisadores que entrevistam moradores e aplicam os testes em 33 mil pessoas. Após duas semanas, eles retornam a campo para realizar mais 33 mil testes, e 14 dias depois, mais 33 mil. As retestagens são necessárias porque o exame só detecta a doença se a pessoa estiver infectada há pelo menos uma semana.
O entrevistador usará equipamentos de proteção, como óculos, máscara e luvas, e visitará as pessoas em suas casas. Os testes permitirão um levantamento amostral do percentual de pessoas que têm anticorpos contra o novo coronavírus, ou seja, que já entraram em contato com a doença.
O teste comprado é o Wondfo SARS-CoV-2 Antibody Test, fabricado em Guangzhou, na China, pela empresa Wondfo, e foi validado pelos pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas.
O plano do Ministério da Saúde é que a comparação dos resultados das diferentes rodadas mostre a velocidade com que o vírus está se espalhando pelo país. Esse tipo de informação poderá ser útil, por exemplo, para balizar uma decisão sobre medidas de relaxamento do distanciamento social em uma determinada região.

Escrito por:

Maria Teresa Costa