Publicado 23/05/2020 - 06h00 - Atualizado 22/05/2020 - 15h13

Por Do Correio

Sônia e Miriam Goldfathen

Reprodução

Sônia e Miriam Goldfathen

DIA 25: ABERTURA DE TEMPORADA TEATRAL
O assunto do momento é a apresentação de "Hair" programada para segunda-feira no Teatro "José de Castro Mendes", em duas sessões: às 20 e 22 horas, abrindo a temporada oficial de teatro no antigo Cine Casablanca. E não é para menos. Desde a demolição do Teatro Municipal, Campinas ficou à margem do movimento teatral, vivendo apenas dos festivais amadores e de esporádicas apresentações profissionais. Agora, com Geraldo Lamanna, investido no cargo de empresário oficial da Prefeitura Municipal, e principalmente porque há uma casa de espetáculo adequada para boas montagens, embora adaptada, os campineiros terão oportunidade de acompanhar de perto todas as apresentações que fazem sucesso em São Paulo.
 
ANÁLISE DO DISCURSO DE RICHARD NIXON
Os Estados Unidos se recusarão de agora em diante em carregar sozinhos o peso da defesa do "mundo livre" e associarão a essa responsabilidade todos os seus aliados, inclusive os países latino-americanos e outros do terceiro mundo. Esta foi, substancialmente, a doutrina expressa pelo presidente Richard Nixon em sua tradicional mensagem sobre o estado da União. Richard Nixon fundou esses novos princípios da nova política norte-americana na idéia de que o mundo entrou, 25 anos depois da segunda guerra mundial, numa era de "grandes negociações". Dos 35 minutos que durou o discurso, 25 foram dedicados aos problemas internos. A inflação, a criminalidade e a contaminação do ar e da água são os três inimigos que o presidente se propõe a combater para defender o "estilo de vida norte-americano".
 
CAMPINAS FORMA MÃO DE OBRA INDUSTRIAL
A capital industrial do Interior, Campinas, com suas 900 industrias na região, empregando um número espantosamente grande de pessoas, e atendendo as necessidades de praticamente meio milhão de brasileiros, precisa formar mais rápidamente, e em quantidades maiores, técnicos de nível médio para suas empresas, mas de maneira a garantir a estes homens e mulheres o devido lugar no contexto geral do panorama industrial da região. Isto porque, de modo geral, a maioria dos técnicos sempre necessita de um curso de especialização posterior, levado a efeito pelas próprias industrias. Um entrosamento mais perfeito, entre as empresas e os estabelecimentos que sediam os cursos, seria a medida ideal para que o emprego fosse garantido logo de imediato, sem as demais necessidades.

Escrito por:

Do Correio