Publicado 06/04/2020 - 19h06 - Atualizado 06/04/2020 - 19h06

Por Estadão Conteúdo


A S&P cortou o rating da Embraer de BBB para BBB-, além de mantê-lo em observação (CreditWatch) para eventual rebaixamento. A agência diz que, em resposta à pandemia de coronavírus, muitas companhias aéreas devem tentar atrasar novas entregas de aeronaves até pelo menos o fim do terceiro trimestre de 2020, o que deve pressionar o fluxo de caixa e as métricas de crédito da empresa.

A observação para eventual rebaixamento reflete o fato de que, se a transação com a Boeing for finalmente aprovada e concluída, isso enfraquecerá consideravelmente a posição competitiva e a qualidade do crédito da Embraer. A S&P diz que mudou as implicações do CreditWatch de "negativa" para "em desenvolvimento", já que os ratings dependerão dos termos e condições finais que poderiam variar, a depender da força do vínculo na joint venture e do perfil de crédito da Boeing.

Escrito por:

Estadão Conteúdo