Publicado 04/03/2020 - 20h31 - Atualizado // - h

Por Divulgação


Divulgação

A Yamaha está colocando no mercado neste mês de abril, a nova scooter XMax 250 que tem como destaque seu sistema de controle de tração além de um design arrojado e premiado. Ela chega ao mercado com o preço sugerido R$ 21.990,00.
A estética do XMAX é refinada, o que lhe rendeu em 2018, dois dos mais importantes Prêmios de Design do mundo. O Red Dot Design Awards, na categoria Design de Produto, e o iF Design Award, atribuído pela iF International Forum Design, a mais antiga organização de design independente do planeta. Sofisticado, harmonioso e, ao mesmo tempo arrojado, o design do XMAX ABS carrega o DNA típico da linha MAX. Essa influência pode ser notada no desenho aerodinâmico e futurista das carenagens como por exemplo no Conceito X, perceptíveis nas linhas frontais entre os faróis que, como nas lanternas traseiras, convergem formando uma letra X.
O painel de instrumentos é bem posicionado e de fácil leitura. Nele o velocímetro e o conta-giros são analógicos, garantindo maior apelo esportivo. Entre eles, um display digital em LCD mostra uma lista enorme de funções, como marcador de combustível, temperatura do motor, hodômetro total e parcial, consumo instantâneo e autonomia.
Nele também é indicado o nível de carga da bateria, velocidade média, temperatura ambiente, relógio, indicador de troca da correia do CVT, indicador de troca do óleo do motor, e tempo de viagem. Funções com indicador de Controle de tração ativado e funcionamento do ABS são indicadas através de luzes de advertência.
O motor do XMAX é sem dúvida um dos maiores responsáveis por sua personalidade esportiva. Com 250cc, ele é potente, rende 22,8 cv de potência e 2,5 kgf.m de torque. Conta com refrigeração líquida e processos de produção e materiais nobres, como no pistão forjado em alumínio (similar aos utilizados em motos de competição) e no cilindro, com a tecnologia DiASil Yamaha, que proporciona menor vibração, melhor dissipação de calor, ganho em performance e economia de combustível.
O Controle eletrônico de tração dosa a entrega de torque do motor para a roda traseira, o que evita o destracionamento em aceleração brusca ou em pisos de baixa aderência, como em dias chuvosos. Para quem curte a pilotagem ainda mais emocionante, o sistema permite ser desligado.
O novo modelo é equipado com eficientes freios a disco nas rodas dianteira e traseira, garantindo frenagens em curtos espaços. Além disso, elas contam com sistema ABS, impedindo que ambas travem em frenagens de emergência ou quando o piso oferecer baixa aderência.
Já as rodas grandes e os pneus largos facilitam a transposição de irregularidades no asfalto e ainda garantem mais equilíbrio na condução sendo ideal para pilotagem mais esportiva.
Na frente, os amortecedores têm curso de 110 mm e são tão robustos quanto os utilizados em motos de média cilindrada. Prova disso são seus tubos internos, com 33 mm de diâmetro. Na traseira, o curso dos amortecedores é 92 mm e permitem o ajuste na pré-carga da mola em até 5 diferentes posições. O tanque de combustível, com capacidade para 13,2 litros, é o maior do mercado.

Escrito por:

Divulgação