Publicado 09/03/2020 - 15h19 - Atualizado 16/03/2020 - 15h15

Por Da Redação da Metrópole

As opções vão de clínicas, hospitais, profissionais especializados, e casas de repouso, como o Alegro Residencial Senhor, que abre as portas amanhã, no Taquaral

Matheus Pereira/AAN

As opções vão de clínicas, hospitais, profissionais especializados, e casas de repouso, como o Alegro Residencial Senhor, que abre as portas amanhã, no Taquaral

Alegro Residencial Sênior
Lançamento inovador estimula o convívio social dos residentes
Um novo conceito de Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) será lançado amanhã, dia 9, no bairro Taquaral, em Campinas, o Alegro Residencial Sênior. Localizado em uma área de 5 mil metros quadrados e área construída de 1.500 metros quadrados, o espaço conta com serviços mais personalizados para atender a terceira idade. “Nossa proposta foi concebida para o mercado brasileiro com um objetivo que já está expresso no nome do residencial, queremos propiciar alegria aos idosos. Para isso, dispomos de ferramentas clínicas que permitem que os idosos permaneçam ativos e mais do que isso, sintam-se assistidos, num ambiente que ressalta conforto e valoriza seu estilo de vida”, comenta José Mauricio Morelli, um dos sócios do Alegro Residencial Sênior.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://correio.rac.com.br/_midias/jpg/https://correio.rac.com.br/_midias/jpg/2020/03/09/96x77/1_casaderepouso_0014-9647238.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5e66867b39062', 'cd_midia':9647256, 'ds_midia_link': 'https://correio.rac.com.br/_midias/jpg/2020/03/09/281x290/1_casaderepouso_0014-9647238.jpg', 'ds_midia': '  
', 'ds_midia_credi': 'Matheus Pereira/AAN', 'ds_midia_titlo': '  
', 'cd_tetag': '21', 'cd_midia_w': '281', 'cd_midia_h': '291', 'align': 'Left'}
A ideia surgiu há cinco anos, após um estudo mercadológico realizado pela RENX Capital ( gestora especializada no mercado de Longevidade) pela Europa, Estados Unidos e outras instituições no Brasil. O espaço foi totalmente arquitetado para atender às necessidades dos idosos, sendo que um dos principais objetivos é estimular o convívio social dos residentes em um ambiente único integrado à natureza, com atividades diárias que auxiliam na ativação das funções cognitivas e motoras e atuam na prevenção de doenças . “Tudo foi projetado para atender às necessidades dos idosos e também dos familiares e amigos. Tem sala de cinema, espaço família, biblioteca, música, dança, restaurante, serviços de beleza além de uma ampla área verde que possibilita, por exemplo, um dia inteiro de atividades que incluem também jardinagem, proporcionando aos nossos residentes momentos de descontração e alegria”, diz Mariana Freitas, sócia do Alegro Residencial Sênior.
Bem equipada
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://correio.rac.com.br/_midias/jpg/https://correio.rac.com.br/_midias/jpg/2020/03/09/96x77/1_casaderepouso_0005-9647275.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5e6686b45dd1d', 'cd_midia':9647293, 'ds_midia_link': 'https://correio.rac.com.br/_midias/jpg/2020/03/09/281x290/1_casaderepouso_0005-9647275.jpg', 'ds_midia': '  
', 'ds_midia_credi': 'Matheus Pereira/AAN', 'ds_midia_titlo': '  
', 'cd_tetag': '21', 'cd_midia_w': '281', 'cd_midia_h': '291', 'align': 'Left'}
O Alegro Residencial Sênior disponibiliza uma equipe multidisciplinar especializada formada por mais de 20 profissionais desde nutricionistas, gerontólogos, médico cardiologista com especialização em geriatria, terapeuta ocupacional, enfermeira, fisioterapeuta e técnicos de enfermagem que cuidarão do conforto e bem-estar dos residentes. A alimentação do residente também passa por uma avaliação nutricional, com seis refeições diárias. Todo acompanhamento diário é feito através de um software de gestão de procedimentos clínicos que assegura o melhor cuidado aos nossos residentes . “Acompanhamos tudo para passar a evolução do idoso para a família”, ressalta Morelli.
Mínimos detalhes
Toda arquitetura foi planejada nos mínimos detalhes para proporcionar maior conforto e bem-estar aos residentes, desde as instalações, acessibilidade, até o desenho das camas e dobra dos lençóis. O local acomoda 40 idosos em 16 quartos para atender os mais diversos públicos, em aposento individual, duplo e triplo. O valor da permanência é de acordo com o grau de independência do idoso para oferecer um tratamento exclusivo, individual e especial.
Corpo Clínico Especializado
Com acompanhamento de equipe multidisciplinar, o residente ao ingressar no Alegro passa por uma avaliação geriátrica para verificação da saúde física e psicológica do idoso. “A Sociedade Europeia de Medicina Geriátrica recomenda que homens e mulheres aumentem a força e massa muscular significativamente em qualquer idade e essa é a nossa proposta no Alegro , desenvolver cognição e força “ diz Guilherme Verri, coordenador clínico do Alegro Residencial Sênior.
Inovando na área de fisioterapia, o Alegro oferece aos seus residentes a Musculação Terapêutica, através da metodologia Biodelta, que consiste em aparelhos especialmente projetados para potencializar a ativação muscular e o alívio das sobrecargas articulares, trazendo benefícios para a saúde, reabilitação, autonomia e maior qualidade de vida aos nossos clientes”, comenta Karla Zaghi, fisioterapeuta do Alegro Residencial Sênior.
Onde?
Avenida Almeida Garret, 1.351, Taquaral, 19 992725555
Site www.alegroresidencialsenior.com.br
Instagram @alegroresidencialsenior
Facebook Alegro Residecnail Senior
Clínica Alecrim - Dra. Jerusa Alecrim
Neurociência no resgate da qualidade de vida
O envelhecimento nos leva a inúmeros desafios. Um deles está relacionado ao aparecimento e à necessidade de enfrentamento das dores. Estudo recente americano identificou que 53% da população acima de 65 anos tinha tido alguma dor no mês anterior à pesquisa. Três quartos dessas pessoas tinham tido dores em mais de um lugar. Identificaram também que 75% dessas pessoas tomavam medicamentos para pelo menos dois problemas de saúde. O consumo de vários medicamentos leva ao aumento de risco de reações adversas e de interações entre esses medicamentos. Em outro estudo americano identificaram que 31% das internações hospitalares de idosos estavam relacionadas aos efeitos adversos dos medicamentos.
O foco do trabalho da Clínica da Dra. Jerusa Alecrim é justamente esse. Fazer uso dos conhecimentos mais recentes da neurociência para resgatar ao máximo a qualidade de vida de pessoas com dores, usando menos medicamentos e mais recursos não farmacológicos. A Dra. Jerusa Alecrim dedica-se há 25 anos ao tratamento de pessoas com dores. Cuida sobretudo de pacientes com dores de cabeça, enxaqueca ou idosos com neuropatias.
Na Clínica Alecrim os pacientes inicialmente passam por avaliação minuciosa em consulta médica. Em seguida, são estruturados planos de tratamento que contemplam técnicas de neuromodulação com estímulos elétricos (Eletroneuromodulação periférica percutânea), orientações sobre a dor, orientações nutricionais e de atividades físicas.
As técnicas de neuromodulação regulam o sistema nervoso e, na última década, pesquisas vêm consolidando o uso desse recurso no tratamento de pacientes com dores crônicas (neuropatias, enxaqueca, cefaleia em salvas) e depressão.
Onde?
R. Rafael Sampaio, 428 - Guanabara, Campinas-SP.
Tel: (19) 3388-3165
WhatsApp: (19) 99516-8476
E-mail: atendimento@alecrim.med.br
https://alecrim.med.br/ 
Aliança Francesa de Campinas
Aprender uma nova língua exercita a mente e previne Alzheimer
Aprender uma língua estrangeira após os 60 anos é uma das melhores maneiras de ficar mentalmente alerta para garantir uma longevidade saudável. “Aprender uma língua desenvolve a reserva cognitiva que torna os idosos mais resistentes ao dano cerebral. Portanto, ao longo da vida, a pessoa tem poder sobre seu cérebro, sendo bem possível treiná-lo para aprender línguas, seja com 20 ou 60 anos de idade. Conhecer e usar múltiplas linguagens até atrasaria o início de certas síndromes de demência, como a doença de Alzheimer”, diz Solenne Huteau, diretora da Aliança Francesa de Campinas. “Por simplicidade, nosso cérebro é elástico e adapta-se de acordo com as atividades que praticamos regularmente. O cérebro é capaz de muitas coisas e pode crescer incrivelmente, mesmo com a idade”, completa Solenne.
Apesar de o cérebro de um idoso não ser tão rápido quanto alguém com a metade da idade, este aparenta melhores habilidades metacognitivas. “As vantagens em comparação com jovens ou até netos é a experiência e, especialmente, a motivação”, diz Solenne.
Em geral, um idoso identifica rapidamente as técnicas de aprendizagem mais adequadas a ele, de acordo com suas experiências de vida profissional. “Os idosos são capazes de analisar suas dificuldades mais rapidamente e tentar remediar imediatamente”, explica Solenne. Segundo a diretora da Aliança Francesa de Campinas, é preciso tempo e muito trabalho, especialmente, a primeira vez, mas com a motivação e um bom método, o idoso rapidamente perceberá que não é tão difícil, já que a atividade se torna mais fácil com a prática.
E que tal começar a estudar o francês, mas sem o compromisso de fazer exames ou provas, conhecendo um pouco mais do País, da cultura francesa e da francofonia, tudo de forma prazerosa? A Aliança Francesa de Campinas oferece o curso Français Plaisir para quem deseja se livrar do estresse das avaliações.
Com um método e ritmo adaptados, o curso é enriquecido com documentos autênticos e curiosidades da cultura francesa. A fórmula de aprendizagem se adapta à demanda com aulas em grupos ou aulas individuais para iniciantes, tanto como para aperfeiçoar a língua francesa ou descobrir a cultura, gastronomia, música, cinema ou artes. “Nunca é tarde demais para aprender uma língua estrangeira. E, ainda mais, por causa da proximidade que há entre a língua francesa com a língua portuguesa, pois ambos os idiomas têm o latim como uma base comum. A língua também permite que a pessoa viaje com maior tranquilidade para a França, primeira destinação turística no mundo com 89 milhões de turistas em 2017, além de mais outros 30 países em todos os continentes, como em Senegal, Mali, Ilhas Polinésias (Vanuatu, Tahiti), Canadá. Não há necessidade de olhar muito tempo atrás, é para frente que tudo acontece!”, completa Solenne.
Onde?
R. Pandiá Calógeras, 59 – Cambuí
Tel: (19) 3252-1063
www.afcampinas.com.br - www.facebook.com/afcampinas
Clínica Camila Dutra 
Visita ao Cirurgião Dentista: fator determinante para a saúde bucal
A expectativa de vida tem aumentado na população brasileira e nota-se uma busca pela qualidade de vida independente da faixa etária, inclusive na terceira idade. Quando se fala de odontologia para estes pacientes (odontogeriatria), é importante ressaltar que todos os tratamentos podem e devem ser feitos em idosos, para que se tenha uma saúde bucal em dia. Além disso, cada vez mais comprova- se que muitas doenças sistêmicas, como, por exemplo, problemas cardiovasculares e diabetes podem ser agravados por doenças bucais. Portanto, a visita frequente ao cirurgião-dentista é um fator determinante para bons índices de saúde em idosos. Deve-se realizar não só os tratamentos curativos, mas principalmente a prevenção, por meio de limpezas e check-ups frequentes. O cirurgião-dentista irá determinar o intervalo das visitas de acordo com a necessidade de cada paciente, podendo assim eliminar focos infecciosos e inflamatórios, além de colaborar para uma boa mastigação, fala, respiração e estética.
Para atender a essa parcela da população, é preciso um cuidado muito especial. A Clínica Camila Dutra une atendimento humanizado com alta tecnologia para que o tratamento seja o mais confortável possível. “Tudo isso é feito, desde o primeiro contato, em uma consulta e planejamento inicial para que possamos ter informações sobre a saúde geral do paciente, bem como o uso de medicamentos que possam interagir com o tratamento, conhecendo a rotina dos pacientes e familiares, além de muitas outras informações que nos ajudarão no sucesso do tratamento”, diz a cirurgiã-dentista Camila Dutra.
Pensando ainda no conforto e comodidade dos pacientes, na própria clínica é possível realizar exames como o de radiografia panorâmica, sem necessidade de deslocamento e agilizando o diagnóstico e plano de tratamento. “Esta é só uma das tecnologias que promovem extrema qualidade no tratamento. Atuamos ainda com materiais modernos e técnicas avançadas, como o uso da Ozonioterapia, que entre outras funções, acelera a cicatrização que muitas vezes é deficiente em pacientes idosos”, comenta Camila.
Além de todas as questões de saúde, as pessoas estão se preocupando cada vez mais com a estética facial, independente da idade. “As técnicas de harmonização facial também podem ser indicadas para muitos pacientes que estão entrando na terceira idade e querem manter uma boa aparência da face e da pele, além do sorriso mais harmônico”, diz a cirurgiã-dentista.
Dessa forma, a Clínica Camila Dutra oferece um serviço odontológico especializado para colaborar com a qualidade de vida dos pacientes que estão vivendo mais e prezam por viver bem. “Oferecemos uma odontologia humanizada e moderna capaz de influenciar positivamente na vida de todos, independentemente da idade”, completa Camila.
Onde?
Clínica Camila Dutra: R. Cônego Nery, 477 - Jardim Guanabara
Tel: (19) 3242-0181
 
Grupo Diagmed e MasterCare
Uma parceria de sucesso em prol da saúde
Com mais de 25 anos de história, o Grupo Diagmed se juntou a MasterCare com o propósito de fazer a diferença na vida das pessoas e seguir preservando a saúde e o bem-estar de seus pacientes. A parceria promete fazer sucesso. Afinal, unirá o pioneirismo e a persistência do Grupo Diagmed, especialista em diagnóstico por imagem, com a equipe de enfermeiros altamente capacitada da MasterCare.
A partir de um atendimento humanizado, as clínicas da Diagmed estão em expansão e espalhadas por seis cidades diferentes: Campinas (Matriz e Clínica da Mulher), Jundiaí, Sumaré, Hortolândia e Indaiatuba. Entre os serviços oferecidos estão os exames de Ressonância Magnética, que através da radiofrequência e um magneto produzem imagens de órgãos internos de maneira detalhada; Tomografia Computadorizada; Mamografia, com a inovação de seu modelo digital no rastreamento das alterações mamárias; Densitometria Óssea, que mede o índice de calcificação dos ossos do corpo; Ultrassom e Raio-x. A fim de proporcionar conforto aos pacientes, o Grupo Diagmed possui uma equipe de médicos especializada, uma estrutura moderna com equipamentos altamente tecnológicos, tudo para atender principalmente os idosos na realização de seus exames preventivos com diagnósticos precisos.
A partir dos mesmos valores e cuidados do Grupo Diagmed, a MasterCare tem como objetivo valorizar as pessoas que entendem a importância de acompanhar seus familiares durante consultas e tratamentos, mas que nem sempre conseguem conciliar suas agendas com essa necessidade. Pensando nisso, com uma equipe especializada de enfermeiros, a MasterCare auxilia pais, avós e família em consultas médicas, exames de imagem e tratamentos. Além de acompanhá-los de perto, fornecem um relatório pós-consulta bem detalhado, com explicações da doença, medicações prescritas e encaminhamento às outras especialidades.
Onde?
Grupo Diagmed
Endereço: Av. Brasil, 884, Guanabara
Tel: 0800 941 4550 | (19) 99742-4317
www.diagmed.com.br
MasterCare Vidas
Endereço: Av. José de Souza Campos, 575, Térreo, Cambuí
Tel: (19) 3399-3446 | (19) 98864-4534
contato@mastercarevidas.com.br
 
Fênix Pensionato - Casa de Repouso
Atenção especial as necessidades do idoso e da família
Em um período de seis anos, entre 2012 e 2018, a população acima de 65 anos cresceu 26% no Brasil, um índice bem maior que o crescimento de 6% da população infantil, de acordo com dados da pesquisa Características Gerais dos Domicílios e dos Moradores 2018, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Segundo a pesquisadora do IBGE Adriana Beringuy, apesar de o contingente de crianças ainda ser superior ao de idosos, não há como negar que a população brasileira está envelhecendo. Para Adriana, é preciso observar se a sociedade está preparada para isso.
Para William Santiago, proprietário do Fênix Pensionato, em Campinas, o próprio avanço da ciência e dos recursos médicos contribuiu para o aumento da longevidade do brasileiro. A necessidade de desenvolver cuidados especiais para esta faixa etária, portanto, se tornou obrigatória.
Com 16 anos de experiência nos cuidados com os idosos no Fênix Pensionato, Santiago lembra que com todas as mudanças sociais em curso, o preconceito com relação aos pensionatos que antes existia hoje praticamente já não existe mais. “Antigamente havia o conceito de asilo, quase sempre uma instituição pública, que por causa do descaso dos governos (justificado pela falta de verba) se tornava um local impróprio para os idosos”, explica o proprietário.
Suporte à família
Dentro deste contexto, o Fênix Pensionato é pioneiro nos modernos cuidados com as pessoas de mais idade. Mas nem a modernidade supera o melhor método de todos nos cuidados ao idoso, diz Santiago: o carinho e o amor. Devido à grande carência e às necessidades naturais da idade, os mais velhos cobram de seus familiares e nem sempre são atendidos. Segundo Santiago, na clínica Fênix eles ficam totalmente atendidos com relação ao carinho e às outras necessidades comuns à idade avançada.
O Fênix Pensionato prima pela cuidadosa limpeza, ótima qualidade de alimentação e ambiente descontraído, amplo, bem ventilado e com boa iluminação. Fênix também oferece apoio psicológico à família, pois é a que mais sofre emocionalmente por conta da mudança nas relações familiares. “Hoje, na rotina das grandes metrópoles, não sobra tempo para nada, muito menos para dar a devida atenção ao idoso, que precisa ter rotina tanto com medicações e alimentos quanto para questões fisiológicas”, explica Santiago, que mantém uma equipe formada por especialistas de diversas patologias e comportamentos.
Onde?
Av. Diogo Álvares, 1.034, Parque São Quirino
Tel: (19) 97406-4525
http://www.fenixpensionato.com.br/
fenix.pensionato@hotmail.com
 
Humberto Akira Takahashi
Fisioterapia para dores musculoesqueléticas
A Organização Mundial da Saúde (OMS) prevê que em 2025 existirão 1,2 bilhão de pessoas na terceira idade. No Brasil, inclusive, já se trata de um fenômeno de grande magnitude: 15 milhões de habitantes possuem idade igual ou superior a 60 anos. No entanto, os dados não permitem identificar a real qualidade de vida desses idosos. Apesar de numerosos, muitos sofrem com dores musculoesqueléticas: sintomas que a clínica do Dr. Humberto Akira Takahashi, através de inovadoras técnicas fisioterápicas, trabalha para minimizar.
Entre as várias alterações estruturais associadas ao processo de envelhecimento, uma das mais graves é a diminuição na força muscular. Segundo o Dr. Takahashi, entre 20 e 80 anos, há uma queda de 35% a 40% da massa muscular. “Essa redução torna os músculos dos idosos menos flexíveis, mais lentos e fracos, fator que gera um déficit funcional”, explica. A fraqueza muscular em pessoas que se encontram na terceira idade resulta em significativos riscos de quedas que possam causar fraturas. Assim, os indivíduos quando hospitalizados, permanecem internados o dobro do tempo se comparados aos que são admitidos por outra razão. Para isso, o Dr. Takahashi indica os exercícios com pilates, musculação terapêutica e fisioterapia funcional baseados em força e resistência trazem benefícios gerais à saúde do idoso. “Tratam-se de estratégias para a aumentar a massa óssea, melhorar a flexibilidade, dores crônicas e impedir a atrofia muscular”, afirma.
De acordo com a Associação Internacional de Estudos da Dor (IASP), essas dores podem ser classificadas como aguda ou crônica. A primeira surge de forma súbita e tem como função alertar o indivíduo para o perigo de uma lesão. “Para a dor aguda musculoesquelética, por exemplo, a técnica HAT-IPTM fornece um tratamento de realinhamento articular, desvios posturais e muscular para que minimize ou cure estas dores nesta fase”, diz o Dr. Takahashi. Enquanto isso, a crônica é diagnosticada quando a dor se apresenta durante um período maior do que seis meses, ou que ultrapassa o tempo usual de recuperação para a causa da dor.
Onde?
Endereço: Rua Dr Miguel Penteado, 244, Jardim Chapadão
Tel: (19) 3242-0509 
 
Hospital Beneficência Portuguesa
Protocolo de fratura em fêmur garante atendimento mais ágil e seguro
A Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia alerta que o aumento da expectativa de vida das pessoas ao mesmo tempo em que é uma conquista, traz muitos desafios. Uma das preocupações com a população idosa é o número de fraturas a que esta faixa etária está exposta. São muitos os fatores que fazem com que eles corram mais risco de sofrer quedas e ter fraturas, entre eles a fragilidade óssea, a perda de equilíbrio, de força e a dificuldade para enxergar. A fratura do fêmur é a que mais preocupa e pode até levar à perda da capacidade de andar. Diante desta realidade, o Hospital Beneficência Portuguesa atua desde 2018 como Protocolo de Fratura de Fêmur em Idoso, uma iniciativa coordenada pelo ortopedista Mauricio Nunes e pela enfermeira Janaina Padovezi. Segundo Nunes, a fratura do fêmur proximal é uma causa comum e importante de mortalidade e perda funcional em idosos. A lesão desta região tem relação direta com fragilidade do organismo e osteoporose, uma vez que, segundo ele, quedas e traumas simples na terceira idade podem gerar a ruptura deste osso. “O objetivo do protocolo é estabelecer práticas assistenciais para acompanhamento do idoso com este tipo de fratura, que exige cirurgia, desde a chegada, para garantir atendimento ágil e multidisciplinar, minimizando tempo de internação e, com isso, menos riscos de infecções hospitalares. A finalidade é que o paciente seja submetido ao procedimento cirúrgico o mais rápido possível após a sua internação; e, após a cirurgia, que ele tenha alta em cinco dias. Esta conduta melhora a autoestima do idoso, pois ele voltará mais rápido às atividades do dia a dia e ao convívio com seus familiares”, explica o ortopedista. O paciente com fratura de fêmur proximal passa por um minucioso acompanhamento que envolve médicos, enfermeiros, nutricionista, fisioterapeuta, psicólogo e assistente social.
Além do Protocolo de Fratura de Fêmur em Idoso, a Beneficência também atua com a Linha do Cuidado do Paciente Idoso Frágil, um modelo assistencial no atendimento integral e humanizado, que trabalha individualmente as necessidades dessa faixa etária, por meio de uma triagem única em que são identificados os riscos mais vulneráveis destas pessoas.
Onde?
Rua Onze de Agosto, 57, Botafogo
Tel: (19) 3739-4100
Redes sociais: @hospitalrspb
 
A Especialista
Auxílio na escolha da lente e da armação
Mais comodidade e atendimento especializado passam a ser fatores obrigatórios para quem precisa comprar os óculos na terceira idade. Qual a lente certa para quem fez cirurgia de catarata? Qual a armação mais confortável para quem passa o dia inteiro de óculos?
“As lentes regressivas são o tipo de lente perfeita para quem faz cirurgia de catarata quando a graduação regride e não há mais necessidade do uso das lentes multifocais”, orienta Marcia Cunha, gerente da rede A Especialista. As lentes regressivas, também conhecidas como ocupacionais, têm ganhado notoriedade no mercado pela versatilidade já que atendem à curta e média distância sem que o cliente precise tirar os óculos.
Com este tipo de informação, o atendimento realizado por profissionais capacitados faz toda a diferença na hora da escolha da lente ou da armação adequada. Segundo Marcia, o cliente da terceira idade demanda maior atenção, e isso inclui desde a orientação até a rapidez, o acesso adequado à loja ou a entrega domiciliar, se ele preferir.
Laboratórios próprios de A Especialista, que confeccionam lentes digitais com excelência e agilidade, dão mais comodidade aos clientes que podem ter suas lentes prontas no mesmo dia ou em 24 horas, no caso das multifocais. Além da comodidade da entrega das lentes em 24 horas, a rede de óticas A Especialista, com oito lojas próprias em Campinas, oferece acompanhamento da adaptação sem custo para o cliente.
O cliente da terceira idade recebe tratamento especial em todos os aspectos na rede de óticas especializada. Em sete lojas A Especialista (do total de oito) há acessibilidade para cadeirantes ou qualquer tipo de dificuldade de locomoção. Para quem preferir, a rede oferece o atendimento domiciliar (de acordo com a política interna da empresa).
Cada rosto tem peculiaridades únicas como o formato, nariz, orelhas, a distância entre os olhos, a cor da pele entre outros detalhes que norteiam a escolha dos modelos corretos de óculos.  Os inúmeros tipos, formatos, materiais, lentes e estilos de óculos também exigem conhecimento técnico para orientar a correta utilização e assim garantir os melhores resultados com conforto e performance visual respeitando os traços e valorizando a beleza natural das pessoas.
Onde?
Endereços das oito lojas no site www.aespecialista.com.br/lojas
Laboratórios próprios e atendimento especializado
 
Centro Auditivo A Especialista
Orientação profissional voltada para o conforto
Quem nunca precisou aumentar o volume da televisão para conseguir entender com clareza o conteúdo do programa? Ou quem nunca reclamou do volume muito alto da TV dentro de casa? A situação é muito comum em famílias com pessoas acima dos 60 anos ou com algum familiar que teve perda auditiva. O desconforto acontece para todos os lados envolvidos. Mas novas tecnologias, já disponíveis e de fácil acesso, fazem uma conexão direta do aparelho auditivo com o aparelho de TV ou aparelho celular, acabando com qualquer tipo de impasse familiar.
Há cerca de um ano, após muita resistência, o engenheiro elétrico aposentado Carlos Leoni, de 75 anos, começou a usar aparelho auditivo, e comprou o que ele chama de “kit completo”, já com acessórios. Segundo ele, via de regra a pessoa com deficiência auditiva pede para aumentar o volume na televisão, “e isso incomoda quem não tem nada”. Um dos benefícios que ele teve com o uso do seu “kit”, ele garante, foi a melhor convivência familiar na hora de assistir à televisão.
“O acessório para a TV é simples. Eu coloco em uma saída de áudio da TV e fico conectado sem fio, pelo bluetooth. É muito interessante, porque independente do volume que o outro está ouvindo, eu posso controlar meu volume no meu aparelho auditivo. É uma comodidade”, explica Leoni, que também utiliza o acessório no celular. “Estes avanços tecnológicos nos ajudam muito. Os netos agora me ligam e eu ouço perfeitamente”, comemora.
Carlos Leoni conheceu a nova tecnologia no Centro Auditivo A Especialista, onde teve a orientação da fonoaudióloga Lígia Assumpção De Marco, gerente do Centro Auditivo. “Sabemos que os idosos ficam bastante tempo em casa ou gostam de ver TV, que é um meio de instrução e de contato com o mundo externo, além de ser uma gostosa distração”, diz a fonoaudióloga. O conforto gerado pelos novos recursos tecnológicos, portanto, fazem muita diferença na vida de quem teve algum tipo de perda auditiva. Um aparelho comum, sem as novas tecnologias de conexão, nem sempre consegue dar a qualidade sonora necessária para ouvir a TV ou uma conversa no celular.
Simplificando
A instalação do transmissor de som da TV para o aparelho auditivo é simples, e tem o objetivo de facilitar especialmente a vida do idoso. Neste mesmo sentido, há também novos aparelhos que dispensam a colocação de pilhas e podem ser recarregados, como se fosse um aparelho celular.
Com os aparelhos auditivos recarregáveis o paciente usa durante o dia todo e à noite recarrega na caixinha. Pela manhã é só retirar os aparelhos da caixinha e colocar nos ouvidos. Esse tipo de praticidade proporciona mais qualidade de vida aos idosos, que devem se manter conectados com o mundo e em comunicação com tudo e todos em sua volta.
Onde?
Rua Olavo Bilac, 227, Cambuí
Rua Baronesa Geraldo de Resende, 334, Guanabara
Shopping Dom Pedro - Av Guilherme Campos, 500, Alameda
 
Recanto dos Lírios
Assistência humanizada para os idosos
O semblante é de cansaço e as rugas no rosto indicam como o passar dos anos desgastam o corpo e a mente do ser humano. Os idosos, ou melhor, os anciões se aproximam do fim da vida, em muitas situações, castigados e incapazes de realizarem suas atividades rotineiras. Muitas vezes , a falta de conhecimento dos familiares ao cuidar das pessoas mais velhas ocasionam, por exemplo, casos de violência psicológica e o idoso se sente um peso para os parentes mais próximos. Na tentativa de contornar esse cenário, a Casa de Repouso Recanto dos Lírios constrói sua trajetória em Campinas desde 2014. Através de uma assistência humanizada com acolhimento físico e emocional dos pacientes, a casa tem a proposta de oferecer conforto, segurança e tranquilidade não só para os idosos, mas também para seus familiares.
Em um ambiente seguro, com instalações adequadas para esse tipo de atendimento, incluindo, por exemplo, supervisão geral de 24h de cada paciente, o Recanto dos Lírios aproveita essa estrutura para proporcionar atividades diversificadas. Exercícios físicos, aulas de música, informática básica, fisioterapia, jogos e pintura são ocupações rotineiras, além de tratamentos individualizados de saúde de primeira qualidade, com médicos, enfermeiras, nutricionistas, psicólogas, cuidadoras e fisioterapeutas altamente capacitados. As sessões de fisioterapias, inclusive, são feitas em grupo e individual, de acordo com a avaliação profissional.
A casa contempla seus hóspedes com uma ampla área verde, em uma das regiões mais nobres de Campinas, e um espaço adaptado para cadeirantes e deficientes físicos. Os ambientes são térreos com barras, rampas e corrimões. As áreas são climatizadas com refeitório amplo e arejado. Focado em valorizar a vida do ser humano sem distanciá-lo dos laços com a família, o Recanto dos Lírios tem como estratégia integrar o idoso socialmente ao passo que o estimula cognitivamente.
Onde?
Rua Hermínio Humberto Bertani, 761, Jardim das Paineiras
Tel: (19) 3381-6217 / 99299-9696
 
Psicomotricidade
Movimento corporal e atividades funcionais
Os recentes dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde estimam que em 35 anos um em cada três brasileiros será idoso. Pensando nisso é preciso começar a planejar como envelhecer bem e da melhor forma possível. A psicomotricidade, profissão regulamentada no Brasil e exercida há muitos anos na Europa, pode ser uma excelente alternativa para incluir na rotina, pois incentiva a prática do movimento corporal e as atividades funcionais. Por meio de vivências psicomotoras estabelecidas por um profissional qualificado, a população idosa pode manter sua independência e autonomia sobre sua vida, o que favorece reestruturar os problemas de ordem física, mental, emocional e social, vivendo de forma ativa e participativa.
“Na prática, as atividades são feitas de forma individualizada na intenção de ativar mecanismos, de traçar estratégias, de estimular a memória, a atenção, a percepção corporal, a percepção das limitações e ativações de possibilidades. As técnicas utilizadas se baseiam em jogos cognitivos específicos e atividades motoras interativas, todas elas visando a conexão afetiva, que acreditamos dentro da psicomotricidade ser um grande instrumento de envolvimento e estímulo”, diz a psicomotricista com especialização na França, Raiana T. Bertelli.
A profissional destaca ainda que as atividades direcionadas para a terceira idade contribuem com a tomada de consciência corporal, ampliam o registro das sensações, dos movimentos e do bem-estar emocional. “Na intervenção psicomotora é possível estimular pontos que vão se perdendo com o tempo se não forem trabalhados como, por exemplo, o controle motor e a lateralidade, a coordenação motora e o equilíbrio, adaptação e a regulação espaço-temporal, vivência e o reconhecimento do próprio corpo, capacidades cognitivas, memória a curto e longo prazo, sentido do ritmo e a sensibilidade musical, expressão e a comunicação não verbal”, conta.
Dentro dos objetivos que a psicomotricidade atua com os idosos estão: o desenvolvimento de hábitos saudáveis que auxiliam a evitar fatores de riscos, o estímulo do envelhecimento saudável fundamentado numa concepção integral (motor, afetivo e cognitivo), possibilidade de um envelhecimento ativo e participativo, proporcionando ferramentas que preparam as pessoas para enfrentar o processo de envelhecimento, promoção de sensações prazerosas por meio de jogos e atividades corporais.
Onde?
Av. Dr. Jesuíno Marcondes Machado, 2.407, Chácara da Barra
Tel: (19) 3365-7649 ou (19) 99215-4443
@psicomotricidade_campinas
 
Clínica Odontológica Dr. Walter Machado de Campos Jr.
A prevenção como aliada da saúde bucal
Com os constantes avanços na área de odontologia, a prevenção tem se tornado uma grande aliada para muitas pessoas que querem manter o sorriso em dia. Mas sabemos que muitos pacientes acima de 60 anos passaram pela fase na qual a odontologia era essencialmente curativa e hoje sofrem as consequências, pois décadas atrás a prevenção das doenças da boca e dos dentes eram quase nulas. Mas, isso não impede de se ter um sorriso em dia, uma boca saudável.
Atualmente muitas pessoas que procuram o consultório do dentista Walter Machado de Campos Jr, que faz trabalho voltado para a terceira idade, estão em busca de um tratamento que seja conservador, estético, acessível financeiramente e eficiente para portadores de próteses totais (dentaduras) e que principalmente seja de fácil manutenção. “Hoje em dia conseguimos atender às demandas mais rapidamente. Isso contribui com que as pessoas tenham uma vida mais plena e feliz”, diz o dentista que é especialista em terceira idade.
Caso as pessoas optem por implantes dentários, o dentista faz questão de alertar sobre a importância da prevenção e cuidados com as pessoas dessa faixa etária. “Antes do paciente se submeter ao implante dentário é preciso que passe por uma avaliação médica criteriosa, faça exames para saber as condições gerais de saúde como, por exemplo, se o paciente tem diabetes, hipertensão, problemas de coração”, destaca o dentista.
“Caso o paciente idoso apresente alteração física, psicológica ou condições de saúde associadas à idade, pode haver a indicação do não tratamento com implante dentário, ou a orientação de espera até que se estabilize o problema. Neste caso deve-se buscar outras alternativas”, destaca o dentista.
O profissional aponta ainda que uma boca saudável significa estar livre de infecções e inflamações muito comuns quando não consegue promover a higiene ideal dos dentes e mucosas da boca.
Onde?
Rua: R. Mogi Guaçu, 1.070 - Chácara da Barra
Tel: (19) 3294-7271
 
Instituto Recovery
Prevenção e reabilitação com equipe multifuncional
O Instituto Recovery nasceu com o propósito de oferecer um atendimento completo, humanizado e personalizado para as pessoas que buscam ter uma vida mais plena, saudável e feliz. O local conta com uma equipe de médicos ortopedistas, fisioterapeutas, nutricionistas, profissionais de educação física.
Por lá tanto a prevenção quanto a reabilitação tem espaço garantido e buscam na prática a saúde em movimento. “Temos recebido cada vez mais pessoas da terceira idade ou até mais jovens que querem se sentir bem, saudáveis e produtivos, independente da idade. As pessoas não buscam somente viver mais, mas querem viver mais, com muito mais qualidade de vida e saúde”, destaca o fisioterapeuta e diretor clínico do Instituto Recovery Vitor Stefanini.
O especialista conta que mesmo que o idoso não sinta nenhuma dor é muito importante que ele faça exames preventivos, cuide da alimentação, cuide do corpo e da mente. “Oferecemos também a parte de atividade física, pilates e nutrição que ajuda muito a manter e fortalecer a saúde”, diz.
Na área da Fisioterapia o Instituto Recovery conta com os serviços do ITC VERTEBRAL, clínica especializada nas disfunções da coluna vertebral, e com o INSTITUTO TRATA; clínica especializada no tratamento das disfunções de joelho e quadril. “Possuímos profissionais altamente especializados e levamos ao público toda experiência adquirida em anos de pesquisa. Analisamos cada paciente com uma avaliação específica e criteriosa”, destaca Vitor.
O Instituto Recovery foi idealizado para proporcionar para as pessoas um ambiente mais acolhedor e humano. “Quem frequenta o Recovery nunca é só um paciente ou um número, mas sim alguém especial que merece todo respeito, atenção e que veio em busca da cura ou para amenizar suas dores. O objetivo é proporcionar oportunidade para que as pessoas vivam sempre bem e melhor”, destaca o diretor clínico.
Onde?
Rua Percílio Neto, 263, Parque Taquaral
Tel: (19) 3296-1529 | (19) 4141-9012
contato@institutorecovery.com.br
 
Cliaud Aparelhos Auditivos
Tecnologia de ponta com acompanhamento pré e pós venda humanizado
Com o desejo de melhorar a vida das pessoas ao devolver o prazer em ouvir novamente, a Cliaud Aparelhos Auditivos iniciou sua história em Campinas em 2000. A empresa tem uma trajetória pautada em produtos de qualidade aliados a um acompanhamento pré e pós-venda impecável.
Na Cliaud, o compromisso com o cliente se inicia quando o paciente entra na clínica para escolher seu aparelho auditivo: decisão que exige conhecimento profissional e envolve diversos fatores, incluindo custo, tipo de perda auditiva e estilo de vida. Além disso, a Cliaud possui especialistas em constante atualização a fim de otimizar o uso dos aparelhos auditivos. Um diferencial da empresa, inclusive, é a experiência com o público da terceira idade ao passo que proporciona consultas mais longas e com comunicação presencial.
Entre as novidades para 2020, a Cliaud aposta no aparelho auditivo ReSound LiNX Quattro, desenvolvido pela GN ReSound, empresa dinamarquesa que faz parte do Grupo GN, líder mundial em soluções de áudio inteligentes. O aparelho oferece um som ainda mais puro em qualquer ambiente, com a percepção mais suave dos sons, possibilitando um universo ainda mais rico. A nova tecnologia facilita ainda a captação de voz e som de qualquer direção. Segundo pesquisas, 95% dos usuários de aparelhos auditivos consideraram o ReSound LiNX Quattro ideal para ouvir música em comparação com outros aparelhos auditivos premium.
O ReSound LiNX Quattro conta com ajuste fino a distância que permite que o usuário possa ter mais liberdade. Assim que sentir necessidade, o aparelho pode ser ajustado pela própria fonoaudióloga. Outra vantagem, é que ele é recarregável, ou seja, não dependerá mais de pilhas auditivas e poderá ser recarregado em casa. Em apenas 3 horas de recarga, garante 30 horas de uso do aparelho auditivo sem perder nenhum som. Além de Campinas, a Cliaud está em Piracicaba e Rio Claro.
Onde?
Endereço: Rua Barão Geraldo de Rezende, 282 - Vila Itapura, Campinas
Telefone: (19) 3233-4037
 
Casa de Repouso Parque da Figueira
Tempo e atenção vão além dos cuidados básicos
Frutas, legumes e hortaliças sem agrotóxicos que chegam direto do sítio abastecem a Casa de Repouso Parque da Figueira, em Campinas, semanalmente. Instalada há 20 anos no mesmo endereço, a casa especializada no atendimento a idosos possui 20 quartos - a maior parte deles suíte - que podem ser ocupados individualmente ou em dupla.
De acordo com a proprietária, Renata M. Bruno, a grande maioria dos seus 21 residentes é lúcida e é formada por mulheres – são apenas três homens. A mais nova tem 67 anos e a mais velha está com 101. “Ela está conosco há 14 anos. Vive muito bem os seus 101 anos. Temos outros pacientes com mais de dez anos de casa . E temos também quem fez a opção de morar aqui por conta própria, e não porque a família trouxe. É uma paciente que tem casa, mas prefere ficar aqui. Ela mesma cuida de seu contrato”, comemora Renata, que considera estas escolhas provas de que as pessoas que vivem na Casa de Repouso Parque da Figueira são felizes.
Com uma equipe de enfermagem que atende 24 horas por dia, Renata garante que muito além dos cuidados médicos e da boa alimentação, o mais importante do convívio é a atenção dada aos idosos. “Não pode dar só banho e comida. Você está lidando com vidas que precisam de carinho e atenção todos os dias. É isso que faz a diferença”, afirma Renata.
A média da mensalidade cobrada na casa de repouso é de R$ 3 mil. “Nós estamos numa faixa de preço intermediária e fazemos questão de manter profissionais qualificados, além de investirmos na adaptação do espaço, onde também temos muita área verde, quartos arejados e muita luz natural.”
Uma equipe médica faz acompanhamento regular dos pacientes e uma nutricionista muda com frequência o cardápio, descreve a proprietária. A casa também promove atividades lúdicas e oferece uma programação religiosa para os que desejarem, com visitas frequentes de um padre e grupos para rezar o terço. A equipe de 15 funcionários...

Escrito por:

Da Redação da Metrópole