Publicado 01/04/2020 - 06h00 - Atualizado 31/03/2020 - 15h01

Por Do Correio

Orestes Quércia ao lado de Cecília Godoi

Reprodução

Orestes Quércia ao lado de Cecília Godoi

ECOS DA GRANDE SEMANA DE CARLOS GOMES
Campinas não esquecerá as grandiosas comemorações do primeiro centenário da representação da ópera "O Guarani", as quais atraíram para a nossa cidade as atenções de todo o mundo artístico. Os festejos tiveram seu inicio no domingo, dia quinze de março, com um espetáculo de declamação, apresentado pela artista campineira, Cecilia Godoi Camargo. Todo o seleto auditório que lotou totalmente o Salão Vermelho do Paço Municipal aplaudiu a declamadora patrícia, cujos versos evocaram primeiro a empolgante obra de Carlos Gomes, e na segunda parte do programa deram uma visão perfeita de vários estilos na difícil arte da Declamação. Presentes autoridades e visitantes de São Paulo e do Rio, inclusive o Diretor do Museu Imperial do Rio de Janeiro, e o sr. Pereira da Silva, do Paraná.
 
DEMOCRACIA SOCIAL PARA A NAÇÃO BRASILEIRA
Em sua mensagem anual, lida na sessão de instalação do Congresso Nacional, o presidente Médici reafirma a necessidade de adotarmos um novo estilo de democracia - a democracia social. Diz o presidente: "Se não se repudia, de modo total, como instrumento de promoção da coesão social, a democracia politica ou clássica, não pode esta, contudo, ser mantida, para aquele objetivo, segundo o seu antigo e tradicional estilo". Mais adiante, diz o chefe do governo que "a complexidade crescente da vida moderna obriga, realmente, a que se abra espaço sempre mais largo competência discricionária da administração, a fim de se assegurar aos mecanismos estatais mais agilidade de movimentos e maior eficiência no desempenho de suas tarefas".
 
966 CADÁVERES RETIRADOS DOS ESCOMBROS DE GEDIZ
Foram retirados 966 cadáveres dos escombros da cidade na região de Gediz, afetadas pelo terrível terremoto de sábado passado, anunciou-se oficialmente. Tal cifra por certo aumentará, já que por motivo de fortes chuvas as patrulhas de salvamento não puderam ainda atingir inúmeros povoados cujas vias de acesso estão totalmente impedidas. A população da zona assolada pelo sismo começava a habituar-se com sua triste sorte. Na noite de segunda para terça-feira, Gediz, iluminada graças aos grupos eletrogenos da "Cruz Vermelha dos países muçulmanos" foi sacudida por novos tremores de terra.

Escrito por:

Do Correio