Publicado 14/03/2020 - 06h00 - Atualizado 13/03/2020 - 14h29

Por Do Correio

Limpeza após estragos das chuvas

Reprodução

Limpeza após estragos das chuvas

EM CAMPINAS, CHUVAS CAUSAM ESTRAGOS
Campinas voltou a sofrer consequências das chuvas ontem novamente quando, por volta das 16,30 horas precipitou-se sôbre a cidade violento temporal que como de costume ,inundou vários pontos da cidade, notadamente os pontos baixos. Na zona do mercado, a exemplo do que acontece a cada vez que a precipitação pluviométrica é fora do normal; a água invadiu as residencias novamente Nos vales por onde correm os córregos não ficou por menos: era água para todos os lados. Durante meia hora aproximadamente a chuva se precipitou sôbre a cidade e chegou a alarmar os moradores das partes baixas, pois o nível subia a cada instante. E como sempre pegou muita gente desprevenida.
 
"BOEING" DA VARIG CHEGA AO AEROPORTO DE HAVANA
Até ás 18 horas de hoje, a Varig não havia recebido nenhuma comunicação do regresso ao Brasil do seu "Boeing-PP-VJX", sequestrado para Havana. O serviço de rádio escuta da companhia recebera apenas uma mensagem, via Miami, de que o aparelho pousara em condições técnicas normais no aeroporto José Martin, ás 4,34 de hoje, hora de Brasilia. O mesmo comunicado informava que todos os passageiros e tripulantes estavam bem e haviam sido conduzidos para um hotel, onde estavam repousando. Além dêste comunicado mais nenhum outro contato foi consegui-do com a capital cubana. Segundo o serviço de relações públicas da companhia, ainda não é possível uma estimativa a respeito das despesas dêste nôvo sequestro.
 
EXPLOSÃO DE BOMBA NO CENTRO DE NOVA IORQUE
Uma bomba explodiu, esta madrugada, no primeiro andar de um cabaré situado no centro de Washington. A deflagração foi provocada, ao que parece, por uma bomba colocada nos lavatórios do estabelecimento, que nessa hora estava fechado. A polícia iniciou uma investigação. Os três artefatos que, na noite de quarta para quinta-feira, explodiram em Nova Iorque, foram também colocados nos lavatórios. Depois dos atentados com bombas, na noite de quarta para quinta-feira, os nova-iorquinos ficaram presa de panico e mais de 140 alarmes falsos sacudiram a cidade, segundo circulos autorizados.

Escrito por:

Do Correio