Publicado 10/03/2020 - 06h00 - Atualizado 08/03/2020 - 18h17

Por Do Correio

Santa Casa: Irmã atende paciente

Reprodução

Santa Casa: Irmã atende paciente

SILÊNCIO: AS IRMÃS ESTÃO DEIXANDO A SANTA CASA
Tudo começou com um telefonema para a redação desta fôlha. "Alô, é da redação do CORREIO POPULAR?" - Sim, com quem a senhora deseja falar. "Eu queria falar com um redator." - Pois não, um momento. Pode falar "Olha aqui é uma assinante do "Correio Popular." O senhor poderia me informar porque as irmãs que trabalham na Santa Casa de Misericórdia não estão mais lá? Dêsse pequeno e curto dialogo começou a difusão do problema: As Irmãs de São José, que desde os primeiros tempos de existência da Santa Casa prestaram serviços de enfermagens naquele nosocômio estavam saindo. Por quê? Ninguém sabia ao certo. Mas, a verdade, porém, é que no setor de enfermagem, que estava totalmente entregue àquelas irmãs, estão agora enfermeiras.
 
VALETA PERIGOSA NA RUA CULTO À CIÊNCIA
Foi só chover um pouco e o buraco voltou a aparecer na rua Culto à Ciência nas proximidades do Colégio Estadual. Antes, quando a cidade ficou quase um mês debaixo de precipitações intermitentes, com até 13 dias consecutivos de chuva ininterrupta, êle foi se formando. Depois, a municipalidade mandou arrumar e tudo parecia bem, quando a água começou a brotar de entre os paralelepípedos. Os carros passando, e o fio d'água escorrendo, só puderam ter um resultado: enorme valeta, com a profundidade verdadeira escondida pela água. Quem vê, pensa que é só uma poça d'água que se formou com as enxurradas.
 
ESTADOS UNIDOS FORÇAM BAIXA DOS PREÇO DE CAFÉ
Começa amanhã em Londres a reunião do Conselho Internacional do Café para discutir as sugestões dos países consumidores no sentido de liberar cotas adicionais de exportação. No Rio, os círculos ligados ao café não escondem certa apreensão sobre os possíveis resultados da reunião. Estes mesmos círculos, incluindo as autoridades responsáveis pelo assunto na área governamental, consideram inteiramente artificiais as pressões dos países consumidores, liderados pelos Estados Unidos, para aumentar as exportações e reduzir os preços. O motivo básico para a atual movimentação, de acôrdo com aquela fonte, é a posição bastante favorável ao Brasil para o futuro próximo.

Escrito por:

Do Correio